Infraestrutura

Aeroporto de Garanhuns vai receber investimento de R$ 3,8 milhões. Ideia é atrair voos comerciais, como Caruaru e Serra Talhada

Governador Paulo Câmara autorizou as obras de reestruturação do terminal, em visita ao município nesta sexta-feira (23)

Adriana Guarda
Adriana Guarda
Publicado em 23/10/2020 às 17:35
Notícia

BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
RECIFE Caruaru e Serra Talhada terão ligação diária com a capital começando em novembro, a partir de R$ 195 - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

Se tudo correr dentro do cronograma planejado, a partir de julho de 2021 a população de Garanhuns e das outras cidades do Agreste Meridional poderão viajar para o Recife de avião e depois acessar qualquer capital do País. O governo de Pernambuco incluiu o Aeroporto de Garanhuns na estratégia de turbinar a aviação regional no Estado. Depois de anunciar a operação de voos regulares em Caruaru e Serra Talhada, o governador Paulo Câmara assinou, nesta sexta-feira (23), autorização para a requalificação do Aeroporto de Garanhuns, em visita ao município. A partir deste ato, a Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos recebe o aval para lançar o edital de licitação das obras, que deverão receber investimento de R$ 3,8 milhões. 

O Aeroporto de Garanhuns foi inaugurado no início dos anos 1980 e funciona hoje apenas com transporte de valores, táxi aéreo e transporte de carga, mas sem atender a população no deslocamento de uma cidade  para outra. O terminal de passageiros não atende às especificações da Agência Nacional de Aviação Comercial (Anac) e terá que ser reconstruído. A maior parte dos recursos será destinada a requalificar e modernizar a pista de aviação e construir o terminal, além de outras melhorias como sinalização, balizamento noturno, serviços de limpeza e capinação da estrutura. 

Titular da Seinfra, a secretária Fernandha Batista adianta que o edital de licitação será lançado ainda este ano e que a expectativa é iniciar a obra no início de 2021 para concluir até julho. "A aviação regional traz um impacto para o desenvolvimento econômico e social das regiões. A requalificação de Garanhuns vai permitir que a gente estabeleça o mesmo diálogo com Caruaru e Serra Talhada, cujas operações com as companhias aéreas estão iniciando no dia 11 de novembro", destaca.

A expectativa do governo do Estado é que o Aeroporto de Garanhuns seja explorada por toda a população e não apenas por poucos empresários, como é hoje. Só a população de Garanhuns, estimada pelo IBGE em 2020, é de 140,5 mil pessoas. A microrregião concentra vários municípios que integram a Bacia Leiteira do Estado, a exemplo de Águas Belas, Buíque, Pedra, Venturosa, Bom Conselho e outros.  

"O governo já vem conversando com as companhias aéreas para oferecer aviação comercial na região. "Queremos não só levar a população de Garanhuns e dos municípios do entorno para o Recife, mas permitir que rapidamente, dentro de 40 minutos, esse passageiro chegue no Recife e possa ir para qualquer outra capital do País. Recife é hoje o local que permite esse tipo de conexão com qualquer outra capital do País", afirma Fernandha.

INTERIORIZAÇÃO

A partir do dia 11 de novembro, a Azul Linhas Aéreas começa a operar voos saindo dos aeroportos Oscar Laranjeiras, em Caruaru (Agreste), e Santa Magalhães, em Serra Talhada (Sertão), com destino a Recife. Serão duas frequências diárias em cada aeroporto, uma pela manhã e outra à tarde, nos dias úteis da semana, de segunda a sexta. A passagem de Caruaru custa a partir de R$ 194,80 (o trecho) e a de Serra a partir de R$ 323,90. O desempenho nas duas cidades servirá de termômetro para o interesse das companhias aéreas também em Garanhuns. 

A aviação civil é uma atribuição do governo federal, mas são geridos pelo governo do Estado a partir de convênios de delegação dos aeroportos. 

Flávio Japa/Divulgação
OBRAS Recursos serão utilizados para a construção de um novo terminal e requalificação da pista - FOTO:Flávio Japa/Divulgação

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias