Determinação

Eventos sociais e corporativos ficarão suspensos por 30 dias em Pernambuco por causa da covid-19

Medida restritiva visa controlar o avanço da covid-19 no Estado

JC
JC
Publicado em 20/01/2021 às 17:30
Notícia

REPRODUÇÃO YOUTUBE
André Longo e Rodrigo Novaes - FOTO: REPRODUÇÃO YOUTUBE
Leitura:

Atualizada à 0h

Os eventos sociais e corporativos, que estavam liberados em Pernambuco, estarão suspensos por 30 dias a partir desta segunda-feira (25). O anúncio foi feito pelos secretários de Saúde do Estado, André Longo, e de Turismo, Rodrigo Novaes, na tarde desta quarta-feira (20), em coletiva online. A medida restritiva foi tomada para tentar controlar o avanço da covid-19 em Pernambuco. Com a proibição, o setor de eventos sofre mais um baque em meio à pandemia. Até agora, estavam liberados encontros com até 150 pessoas, como palestras, congressos, confraternizações, entre outros. O governo de Pernambuco também ameaçou fechar os parques se população continuar sem respeitar normas sanitárias.

>> Profissionais criticam a proibição de eventos anunciada pelo governo de Pernambuco

>> Governo de Pernambuco determinará fechamento de parques se população continuar sem respeitar normas sanitárias

>> No 8º dia de alta, Pernambuco tem aumento de 64% na média móvel de mortes por covid-19

O anúncio da medida acontece depois que ocorreram cenas dramáticas em Manaus, no Amazonas, e no interior do do Pará, com o sistema de saúde público esgotado e pacientes com covid-19 morreram por falta de oxigênio desde o final de semana passado.

Segundo André Longo, espaços como feiras precisam ficar atentos aos protocolos específicos que devem ser seguidos. Vai ser realizada uma fiscalização das feiras do Agreste pelo Procon estadual e municipal para avaliar se os protocolos estão sendo cumpridos. "Caso haja descumprimento que coloque em risco a vida das pessoas, o Governo do Estado não hesitará em tomar providências restritivas", comentou Rodrigo Novaes.

Com relação às praias, "ocorreu uma mudança de comportamento no último final de semana", argumentou Novaes, acrescentando que participou das fiscalizações realizadas nas praias no último final de semana. Na semana passada, Longo tinha sinalizado que o governo do Estado fecharia o acesso às praias, caso ocorressem aglomerações no final de semana passado, que foi o primeiro com a proibição de som na orla.
Com relação ao sistema de transporte público, Longo reconheceu que esse sistema precisa de melhoria e que o governo do Estado pretende fazer uma proposta ao Conselho de Transporte para diminuir as aglomerações no horário de pico. Ele não citou datas nem detalhes.

>> Governo de Pernambuco determinará fechamento de parques se população continuar sem respeitar normas sanitárias

Balanço da covid-19 em Pernambuco

Nesta quarta-feira (20), a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou 39 óbitos causados pela doença, o que representa um aumento de 64% na média móvel de mortes do Estado. Até agora, Pernambuco já perdeu 10.098 vidas para a covid-19. De acordo com a SES-PE, as novas mortes registradas nesta quarta-feira (20) teriam ocorrido entre os dias 30 de novembro de 2020 e 18 de janeiro. Com os novos dados divulgados, Pernambuco tem confirmado, em média, 26 novos óbitos por dia.

O Estado também confirmou 1.770 casos da doença nesta quarta-feira (20). Entre os confirmados, 53 (3%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.717 (97%) são leves. Pernambuco totaliza 244.814 casos de covid-19, sendo 30.437 graves e 214.377 leves. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.



LEO MOTTA/ACERVO JC IMAGEM
Governo de Pernambuco avalia comportamento da população nos parques para adotar novas medidas contra o novo coronavírus, se necessário - FOTO:LEO MOTTA/ACERVO JC IMAGEM

Comentários

Últimas notícias