NEW PANAMAX

Porto de Suape é autorizado a receber os maiores navios porta-contêineres da América Latina

Com 366 metros de comprimento 52 metros de largura, tamanho dessa classe de navios - a New Panamax - é equivalente a dez vezes o do Cristo Redentor

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 13/04/2021 às 11:49
Notícia
DIVULGAÇÃO/ PORTO DE SUAPE
Esse tipo de embarcação, a maior que pode cruzar o Canal do Panamá por meio das novas eclusas. - FOTO: DIVULGAÇÃO/ PORTO DE SUAPE
Leitura:

O Porto de Suape foi autorizado pela Capitania dos Portos de Pernambuco (CPPE) a receber os maiores navios porta-contêineres da América Latina. Com 366 metros de comprimento e 52 metros de largura, tamanho dessa classe de navios, a New Panamax, é equivalente a dez vezes o do Cristo Redentor. Além disso, ele tem capacidade para cerca de 14 mil TEUs (medida equivalente a um contêiner de 20 pés). Com o aval, Suape entra numa seleta listas de portos de classe mundial, donos de infraestrutura necessária para receber esse tipo de embarcação, a maior que pode cruzar o Canal do Panamá por meio das novas eclusas.

A permissão para navios New Panamax favorece a atração de novas rotas de navegação para o País, atendendo importadores e exportadores do Norte/Nordeste, onde Suape é o porto líder em movimentação de contêineres. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Geraldo Julio (PSB), com a autorização, Pernambuco tem 'um item de grande valor para a lista de atrativos na hora de atrair novos investimentos'.

“Suape é a principal porta de entrada e saída de navegações de cabotagem e de longo curso para o Nordeste e merecia mais essa autorização para se equiparar a outros grandes portos mundiais. A nova condição fortalece a missão estratégica de Suape de ser um hub logístico para região, assim como a de fomentar a vocação de entreposto do nosso porto", destacou o secretário. "Além disso, abrindo possibilidade para atender o Estado com mais produtos de escala global, a gente ganha mais um item de grande valor para a lista de atrativos de Pernambuco na hora de atrair novos investimentos”, completou Geraldo Julio.

Recorde em 2020

A operação de embarcações de grandes dimensões já é uma realidade no Porto de Suape. Em julho de 2020, um navio conteineiro da classe Sammax, com 330 metros de comprimento e capacidade para transportar 12 mil TEUs, atracou no cais 2. No mesmo ano, Suape bateu recorde em 2020 com 483.919 TEUs e 1,6% de crescimento em relação ao ano anterior. Em toneladas, foram 3,6% de aumento nas cargas conteinerizadas, passando de 5,3 milhões para 5,5 milhões.

O acordo assinado entre o Tecon Suape (terminal de contêineres) e a Agência Argentina de Investimento e Comércio Internacional aumentará o fluxo de mercadorias que tenham o Nordeste como origem e destino. Com isso, Pernambuco passará a absorver diretamente toda a carga argentina com destino à região, tendo Suape como porta oficial no comércio bilateral.

Comentários

Últimas notícias