Abono

Confira o calendário de pagamentos da antecipação do 13º de aposentados e pensionistas do INSS em 2021

Geralmente o benefício é disponibilizado nas competências de agosto e novembro, mas o governo federal decidiu antecipá-lo como uma forma de estimular a economia do País em meio à pandemia

Renata Monteiro
Renata Monteiro
Publicado em 11/05/2021 às 18:13
Notícia
NE10
Segurados começam a receber o abono no dia 25 de maio - FOTO: NE10
Leitura:

O pagamento da primeira parcela do 13º salário para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começará a ser feito em duas semanas, no dia 25 de maio. Geralmente o benefício é disponibilizado nas competências de agosto e novembro, mas o governo federal decidiu antecipá-lo como uma forma de estimular a economia do País em meio à pandemia sem mexer diretamente no seu Orçamento, uma vez que a despesa já estava prevista para este ano.

>> INSS vai retomar bloqueio de benefícios de quem não fizer prova de vida

>>> Confira oito dicas de como utilizar bem o dinheiro da antecipação do décimo terceiro salário

>>> aposentados vão receber valores revisados do INSS; confira calendário de pagamento

"A medida é muito relevante pois permite injetar na economia cerca de R$ 52,7 bilhões, favorecendo o processo de recuperação econômica, e, ao mesmo tempo, antecipar a renda aos beneficiários da Previdência Social neste momento de enfrentamento da pandemia", afirmou o secretário de Previdência, Narlon Nogueira, quando o decreto que formalizou a antecipação foi publicado, em 5 de maio.

>> 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS é adiantado; confira as datas

>> Aposentado pode receber 13º antes do previsto; entenda

>> Bolsonaro assina MP que permite às empresas reduzir jornada e salários

Quem recebe até um salário mínimo do INSS receberá o depósito de 50% da antecipação entre os dias 25 de maio e 8 de junho, conforme o número final do benefício, sem contar o dígito verificador. A segunda parcela para este grupo, por sua vez, estará disponível entre 24 de junho e 7 de julho.

Benefícios de até um salário mínimo:

Final do benefício 1: 1ª parcela - 25/5  e 2ª parcela - 24/6

Final do benefício 2: 1ª parcela - 26/5 e 2ª parcela - 25/6

Final do benefício 3: 1ª parcela - 27/5 e 2ª parcela - 28/6

Final do benefício 4: 1ª parcela - 28/5 e 2ª parcela - 29/6

Final do benefício 5: 1ª parcela - 31/5 e 2ª parcela - 30/6

Final do benefício 6: 1ª parcela - 1º/6 e 2ª parcela - 1º/7

Final do benefício 7: 1ª parcela - 2/6 e 2ª parcela - 2/7

Final do benefício 8: 1ª parcela - 4/6 e 2ª parcela - 5/7

Final do benefício 9: 1ª parcela - 7/6 e 2ª parcela - 6/7

Final do benefício 0: 1ª parcela - 8/6 e 2ª parcela - 7/7

Os segurados que têm renda mensal maior do que um salário mínimo recebem a primeira parcela do 13º entre 1º e 8 de junho, e a segunda entre 1º e 7 de julho.

Benefícios de mais de um salário mínimo:

Final do benefício 1 e 6: 1ª parcela - 1/6 e 2ª parcela - 1º/7

Final do benefício 2 e 7: 1ª parcela - 2/6 e 2ª parcela - 2/7

Final do benefício 3 e 8: 1ª parcela - 4/6 e 2ª parcela - 5/7

Final do benefício 4 e 9: 1ª parcela - 7/6 e 2ª parcela - 6/7

Final do benefício 5 e 0: 1ª parcela - 8/6 e 2ª parcela - 7/7

Valores

Os aposentados e pensionistas que passaram a receber seus benefícios depois de janeiro não receberão o equivalente a 50% dos seus vencimentos, pois o pagamento será feito de modo proporcional. "Os segurados que recebem benefício por incapacidade temporária (antigo auxílio-doença) também têm direito a uma parcela menor do que os 50%. Nesse caso, a antecipação é calculada de acordo com o tempo de duração do benefício", diz o Ministério da Economia.

Não têm direito ao abono os segurados que recebem benefícios assistenciais (Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social - BPC/LOAS e Renda Mensal Vitalícia – RMV), por essa razão o total de contemplados com o 13º é menor do que o total de benefícios pagos pelo INSS.

 

Comentários

Últimas notícias