aumento

O que é o IOF, quanto vai aumentar, como funciona e de que forma o aumento de imposto pode afetar o seu bolso

O presidente Jair Bolsonaro decidiu aumentar a alíquota de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre operações de crédito para empresas e pessoas físicas entre os dias 20 de setembro e 31 de dezembro de 2021

Bruna Oliveira Estadão Conteúdo
Bruna Oliveira
Estadão Conteúdo
Publicado em 17/09/2021 às 17:45
Notícia
MARCOS SANTOS/USP IMAGENS
Mudança valerá a partir de 20 de setembro - FOTO: MARCOS SANTOS/USP IMAGENS
Leitura:

O presidente Jair Bolsonaro decidiu aumentar a alíquota de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre operações de crédito para empresas e pessoas físicas entre os dias 20 de setembro e 31 de dezembro de 2021. O motivo para isto é de que o valor irá ajudar a bancar a ampliação do Bolsa Família, rebatizada de Auxílio Brasil. Mas você sabe o que é o IOF? Saiba mais sobre o assunto:

O que é IOF?

O IOF é um imposto federal e tem como objetivo ser um regulador da economia nacional. Ele está presente em diversas operações, como crédito, câmbio e seguros, além de qualquer operação titular e de valores imobiliários, como bolsa de valores ou fundo imobiliário.

A taxa cobrada em cada operação é uma forma de recolhimento proporcional dos investimentos, dado conhecimento da demanda e oferta de crédito. O percentual pode mudar a qualquer momento sem que seja necessário passar pelo Congresso Nacional.

Para quanto vai aumentar?

A publicação propõe aumento na alíquota do IOF nas operações de crédito efetuadas por pessoas físicas e jurídicas. O valor para as pessoas jurídicas irá subir de 1,5% para 2,04% ao ano. Já para pessoas físicas, a porcentagem irá aumentar de 3% para 4,08% ao ano.

Como funciona?

A partir dos dados coletados nas movimentações financeiras é possível criar índices que funcionam na economia da seguinte forma: quanto mais IOF arrecadado, mais operações financeiras podem ser realizadas. No entanto, nem sempre a taxa significa um crescimento na economia, já que o imposto também é cobrado em transações como empréstimos.

Como o aumento pode afetar o seu bolso?

O aumento do IOF irá deixar mais caro o custo de empréstimos e financiamentos. Isso irá ocorrer porque o imposto cobrado pelo governo referente às operações irão subir, além das taxas de juros que já são cobradas pelos bancos.

 

 

Comentários

Últimas notícias