DEMANDAS INTERNACIONAIS

Exportações de frutas no Brasil registram aumento de 20% no primeiro trimestre de 2021

A meta para o presidente da Abrafrutas é de que o setor consiga atingir um bilhão de faturamento

Gabriel Inácio
Gabriel Inácio
Publicado em 20/10/2021 às 21:26
Notícia
TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Feira de frutas, verduras e legumes. - FOTO: TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Leitura:

O número de exportações de frutas do Brasil no primeiro trimestre de 2021 teve um aumento de 20%, se comparado com mesmo período em 2019. Um dos fatores da alta deve-se a valorização do dólar e o aquecimento nas demandas internacionais, principalmente vindas do mercado europeu.

O faturamento dos produtores também teve um aumento de 27%, com a venda de 652 milhões de dólares de frutas para o mercado internacional. Para a Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Derivados (Abrafrutas), a meta é de que o setor consiga atingir um bilhão de faturamento este ano.

Para o presidente da Abrafrutas, Guilherme Coelho, o bom desempenho do setor deve-se às condições climáticas favoráveis que resultaram em uma melhor qualidade das frutas produzidas. As frutas em destaque são: uva com aumento de 73%, seguida da maçã, 58%, manga, 26%, mamão, 21%, limão, 19%, abacate 18% e banana, 16%.

"As nossas frutas são as mais saborosas e de altíssima qualidade, este reconhecimento tem vindo através desses números. Afirmo que a fruticultura brasileira tem potencial para expandir ainda mais e alcançar novos mercados”, disse Guilherme Coelho.

A goiaba, considerada uma fruta exótica pelo mercado internacional, teve aumento de 132% nas exportações. A grande procura também é resultado do selo de indicação geográfica "IG" que foi obtido pela região de Carlópolis no Paraná, considerada uma das maiores produtoras da fruta no Brasil.
 

Comentários

Últimas notícias