PAGAMENTOS

Auxílio Brasil: Caixa antecipa divulgação do calendário de dezembro e orienta sobre consulta; entenda

Benefício começa a ser pago nesta quarta-feira (17) a mais de 14 milhões de famílias, que já estavam inscritas no Bolsa Família

Lucas Moraes
Lucas Moraes
Publicado em 16/11/2021 às 10:49
Marcello Casal JrAgência Brasil
O usuário poderá habilitar ou desabilitar o recebimento dos avisos. - FOTO: Marcello Casal JrAgência Brasil
Leitura:

Com a iminência do primeiro pagamento do Auxílio Brasil, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, que operacionaliza os pagamentos, reforçou a necessidade das pessoas não buscarem os serviços para fazer algum tipo de recadastramento na tentativa de receber o benefício. Destinado apenas aos já inscritos no Programa Bolsa Família, o Auxílio Brasil só deverá ser aberto a novos participantes no mês dezembro, cujo calendário de pagamentos já foi confirmado nesta terça-feira (16) pelo banco. 

"Não realizamos avaliação, é (com o ministério da) Cidadania e Dataprev. Recebemos a base de pessoas. Já recebemos para o Auxílio Brasil e, amanhã, começaremos normalmente o pagamento", disse Guimarães. 

Nesta quarta, os pagamentos do Auxílio Brasil começam a ser feitos aos beneficiários já inscritos no Bolsa Família. Ao todo, até o fim do mês, serão beneficiadas 14,6 milhões de famílias, seguindo o calendário já estabelecido no Bolsa, conforme o Número de Inscrição Social, o NIS.

Neste dia 17 de novembro, recebem os inscritos com final do NIS 1. O calendário segue até o dia 30 de novembro, quando receberão os inscritos com o final do NIS 0.

A Caixa também confirmou hoje o calendário de pagamentos para o mês de dezembro. No último mês do ano, os pagamentos serão feitos assim: 

NIS 1  10 DEZEMBRO

NIS 2  13 DEZEMBRO

NIS 3 14 DEZEMBRO

NIS 4 15 DEZEMBRO 

NIS 5 16 DEZEMBRO

NIS 6 17 DEZEMBRO 

NIS 7 20 DEZEMBRO 

NIS 8 21 DEZEMBRO

NIS 9 22 DEZEMBRO

NIS 0 23 DEZEMBRO

No mês de dezembro, o governo federal também promete dar início à inclusão de novos beneficiários, com a aprovação da PEC dos Precatórios, que ainda tramita no Congresso. A expectativa do governo é de que mais 2 milhões de famílias ingressem no programa, o que equivale ao número de pessoas na fila de espera do Programa Bolsa Família em 2020. 

Para saber se tem direito ao pagamento, os beneficiários podem fazer consultas no próprio aplicativo do Auxílio Brasil ou no aplicativo que recebiam o Auxílio Emergencial - o Caixa Tem. Também é possível consultar a situação pelo telefone 121, do ministério da Cidadania. 

Os pagamentos serão feitos nas agências da Caixa, casas lotéricas ou pelo próprio aplicativo, assim como no Auxílio Emergencial, para pagamentos online e transferências pelo app.

Comentários

Últimas notícias