Efeito das eleições

Governo de Pernambuco está fazendo as contas para anunciar o reajuste dos servidores até abril

Em ano eleitoral, governador Paulo Câmara anunciou durante viagem ao interior que vai dar aumento aos servidores. Salários estavam congelados há 2 anos, atendendo à determinação do Congresso de segurar as despesas durante a pandemia da covid-19

Adriana Guarda
Adriana Guarda
Publicado em 27/01/2022 às 18:14
CÁLCULOS Secretário da Fazenda, Décio Padilha, diz que o percentual de reajuste dos servidores ainda não foi definido FOTO:
Leitura:

O secretário da Fazenda de Pernambuco, Décio Padilha, diz que o governo de Pernambuco ainda está fazendo as contas para divulgar o percentual de reajuste dos servidores. Durante discurso em uma das suas viagens ao interior do Estado, o governador Paulo Câmara prometeu aumentar os salários. Em ano eleitoral, ele e vários governadores do País fizeram o mesmo aceno aos funcionários. Durante coletiva de imprensa nesta quinta-feira (27) para falar do congelamento do cálculo base do ICMS dos combustíveis e das contas do Estado, o secretário adiantou que o momento é de se debruçar sobre os cálculos. 

"Estamos fazendo contas dia e noite e conversando com outras secretarias, como Administração e Planejamento. Entendemos a importância de valorizar os servidores, mas não podemos desequilibrar o Estado. Estamos numa fase em que as finanças estão melhorando e nossa capacidade de endividamento analisada pelo Tesouro Nacional passou de C para B. No próximo dia 8, Padilha vai apresentar o balanço das demonstrações financeiras de Pernambuco, durante audiência na Assembleia Legislativa (Alepe) e o percentual de reajuste dos servidores poderá ser questionado pelos deputados. 

Em função da pandemia da covid-19, o Congresso Nacional aprovou lei que proibiu o reajuste dos servidores municipais, estaduais e federais por dois anos. O congelamento provocou vários protestos. No Recife, servidores fizeram movimentação no final do ano passado para reivindicar uma recomposição salarial de 4,53% aprovada em 2020, mas que foi suspensa por causa da pandemia. Em Pernambuco, a expectativa é de que o reajuste seja divulgado em abril. 

Comentários

Últimas notícias