ESTATAL

Fraudes na Compesa: Polícia Civil fala sobre investigação

Empresa é alvo de investigação após identificação de fraudes envolvendo funcionários fantasmas

JC
Cadastrado por
JC
Publicado em 13/05/2022 às 23:41 | Atualizado em 13/05/2022 às 23:41
TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Compesa, na avenida Jayme da Fonte. - FOTO: TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Leitura:

Funcionários fantasmas e falsos concursados na folha de pagamento da Companhia de Saneamento de Pernambuco (Compesa) estão sendo investigados pelo Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Dracco) da Polícia Civil do Estado.

O escândalo veio à público em postagem do Blog de Jamildo, que teve acesso a relatórios internos da Compesa. O esquema vem acontecendo há 3 anos e perdurou no período da pandemia da covid-19. Segundo a Compesa, funcionária envolvida já foi demitida por justa causa.

Em nota, a Polícia Civil de Pernambuco informa que, "após solicitação da presidente da Compesa, Manuela Marinho, designou em caráter especial, Delegado do Departamento de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (DRACCO), para conduzir apuração de supostas irregularidades na folha de pagamento da citada empresa estatal, que teriam sido praticadas por servidores públicos. Ao final das investigações, a PCPE se pronunciará sobre o caso".

Veja resposta completa da Compesa: 

A Compesa informa que o controle interno da companhia identificou, há 60 dias, irregularidades na folha de pagamento e, imediatamente, instaurou sindicância interna para apurar o fato, além de notificar a Polícia Civil para as devidas apurações.

O procedimento interno foi concluído no mês passado e a funcionária envolvida demitida por justa causa. A Compesa repudia veementemente tais atos e está atuando com todo o rigor que o caso requer, inclusive com ação ajuizada na justiça para reparação dos danos causados aos cofres públicos.

 

Comentários

Últimas notícias