PIS PASEP

PIS Pasep: Quem trabalhou em 2021 recebe abono salaria em 2022? Entenda

Mudança no calendário de pagamento do PIS Pasep causam dúvidas em trabalhadores

Emannuel Bento
Cadastrado por
Emannuel Bento
Publicado em 30/05/2022 às 11:26
José Cruz/Agência Brasil
Novo lote do abono salarial PIS/Pasep foi liberado nesta terça-feira (29) - FOTO: José Cruz/Agência Brasil
Leitura:

As pessoas que trabalharam pelo menos 30 dias com carteira assinada em 2021, recebem até dois salários mínimos e estão há ao menos cinco anos inscritas no PIS/Pasep têm direito a receber o abono salarial do ano citado. No entanto, esse valor não será pago em 2022.

Isso ocorre porque o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) aprovou uma resolução que muda o calendário de pagamento do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep).

Com as mudanças, eles só tiveram acesso ao dinheiro em 2022. O pagamento do PIS foi de 8 de fevereiro a 31 de março e o do Pasep, de 15 de fevereiro a 24 de março.

Então, seguindo a mesma lógica, quem trabalhou em 2021 não receberá o dinheiro a partir do segundo semestre de 2022 e sim, no primeiro semestre de 2023. O abono referente aos meses trabalhados em 2022 será pago apenas em 2024.

A mudança foi feita após recomendação da Controladoria-Geral da União. O objetivo é evitar o descumprimento de regras contábeis e financeiras, impedindo que despesas fossem divididas em dois anos.

Como saber se tenho direito ao abono salarial?

Tem direito ao abono salarial o trabalhador com carteira assinada que recebe até dois salários mínimos, esteja há pelo menos cinco anos inscrito no PIS/Pasep e tenha trabalhado pelo menos 30 dias no ano-base.

O valor do benefício varia conforme o número de meses trabalhados, atingindo o máximo de um salário mínimo (R$ 1,1 mil) para quem trabalhou os 12 meses no ano-base.

Comentários

Últimas notícias