CULTURA

Fenearte 2022: feira pernambucana homenageia os 30 anos do Manguebeat. Confira detalhes

Movimento liderado por Chico Science exportou a música e cultura pernambucanas para o mundo e será o foco do evento

Katarina Moraes
Cadastrado por
Katarina Moraes
Publicado em 29/06/2022 às 9:13 | Atualizado em 29/06/2022 às 15:30
SÉRGIO FIGUEIRÊDO/DIVULGAÇÃO
MANGUEBEAT Movimento será lembrado desde a entrada no pavilhão, com a cenografia de Carlos Augusto Lira e o projeto visual de André Rebouças - FOTO: SÉRGIO FIGUEIRÊDO/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Os caranguejos espalhados pela cidade já davam a dica de qual seria o tema da 22ª edição da Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte): os 30 anos do Manguebeat, que, liderado por Chico Science, exportou a música e cultura pernambucanas para o mundo. Assim, o pavilhão do Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, se fantasiará do movimento entre os dias 6 e 17 de julho, desde a cenografia até a programação.

Os detalhes foram divulgados nesta quarta-feira (29) em coletiva de imprensa. "Estamos muito feliz em homenagear o Manguebeat na nossa 22ª Fenearte, um tema que mexe muito com a nossa cultura. Serão 12 dias de um grande encontro da cultura pernambucana, representando um processo de retomada do desenvolvimento econômico do nosso estado. A economia criativa e o artesão pernambucano têm muito a contribuir", disse a coordenadora da Fenearte e diretora de Economia Criativa da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Adepe), Márcia Souto.

Participaram do evento, ainda artistas homenageados e representantes do governo estadual. A primeira dama de Pernambuco, Ana Luiza Câmara, agradeceu a equipe envolvida na feira, que representa, para ela, uma "reafirmação da fé na cultura popular". "O Governo do Estado segue investindo no apoio, no fomento e na valorização dos nossos saberes, na celebração da vida, da arte e da força do nosso povo", disse.

Para Roger Renor, do Som na Rural, o tema é uma "continuidade" do Manguebeat às próximas gerações. "Não é uma homenagem ao passado, mas sim uma celebração do presente e um planejamento para o futuro, que os jovens da periferia podem se inspirar. É muito importante um evento como a Fenearte, que tem essa grandiosidade e junta expressões culturais, esteja com o movimento Manguebeat nesta edição", afirmou.

Evento volta à época de realização original em julho, diferentemente de 2021, quando a Fenearte ocorreu em dezembro. São R$ 7 milhões investidos no evento, que terá 5 mil expositores distribuídos em 700 espaços, em uma área de 30 mil m². A expectativa é gerar cerca de 2,5 mil postos de trabalho temporário, movimentação financeira de R$ 40 milhões e trazer mais de 200 mil visitantes nos 12 dias de feira.

Segundo o Governo de Pernambuco, a participação do Estado na feira é de 80%. Neste ano, haverá 26 estandes representando outros países, entre eles Angola, Emirados Árabes, Filipinas, Peru, Turquia e Tailândia, 23 de outros estados do Brasil e do Distrito Federal.

A feira ocorrerá das 14h às 22h, de segunda a sexta, e das 10h às 22h, aos sábados e domingos. Os visitantes podem garantir os ingressos por R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia) de segunda a quinta, e por R$12,00 (inteira) e R$6,00 (meia) nas sextas, sábados e domingos. Há pontos de vendas no Shopping Tacaruna, Shopping RioMar, Shopping Recife, Shopping Boa Vista, Shopping Plaza e Centro de Artesanato de Pernambuco, nas bilheterias do evento no Centro de Convenções Venda e pelo site www.ticketsimples.com.

O estacionamento vai custar R$ 10, independentemente do tempo de permanência. Serão disponibilizados 12 totens para pagamento do tíquete do estacionamento, além dos caixas fixos. Também haverá promotores circulando pela Feira, sendo possível efetuar o pagamento via cartão de crédito por meio deles. Para evitar a formação de filas, será incentivado o pagamento antecipado.

O acesso dos carros será pela Av. Agamenon Magalhães, via seis cancelas instaladas na frente do Classic Hall e pela Av. Professor Andrade Bezerra, onde estão localizadas quatro cancelas. A saída deverá ser feita pelas seis cancelas instaladas próximo ao Mirabilandia, na Av. Professor Andrade Bezerra, e mais duas cancelas que dão acesso à Rua Alemanha, na lateral do Centro de Convenções. Serão utilizadas ainda vagas de estacionamento da Fábrica Tacaruna. Os transfers provenientes dos Shoppings Tacaruna e Rio Mar terão o desembarque pela Av. Professor Andrade Bezerra.

Haverá micro-ônibus gratuito saindo a cada 15 minutos do Shopping Tacaruna até o Centro de Convenções das 13h às 23h nos dias de semana e das 9h às 23h aos sábados e domingos. No RioMar, os micro-ônibus funcionarão das 13h às 23h, de segunda a sexta-feira, e das 9h às 23h nos finais de semana, no estacionamento do centro de compras (próximo ao Diagmax) com destino ao Centro de Convenções. O pagamento do estacionamento no shopping RioMar será progressivo.

A edição de 2022 também terá algumas novidades. Sendo estas:

    • Exposição Comemorativa - Mercado Pop;
    • Programação artística com Patrimônios Vivos e apresentações de influências do Manguebeat
    • Participação do SOM na Rural apresentando o mais instigante da cena atual;
    • Restaurante da Casa dos Frios no mezanino celebrando 64 anos deste patrimônio pernambucano;
    • Cozinha Fenearte com aulas gastronômicas ministradas por 16 chefs pernambucanos;
    • Rodas de Conversas no Espaço Janete Costa e a presença de 3 artesãos de Minas Gerais;
    • 130 oficinas gratuitas somando 1.300 vagas;
    • Programação cultural com desfiles de moda, shows, três salões de arte e acessibilidade permeados por uma grande homenagem ao Movimento Manguebeat.

Pelo quinto ano consecutivo, a Fenearte terá um aplicativo exclusivo desenvolvido por alunos da rede pública estadual que já está disponível na Apple Store. A ferramenta foi criada por alunos da Escola Técnica Estadual Ariano Villar Suassuna, em Garanhuns, sob a orientação do professor Gilson Moraes. O aplicativo pode ser baixado em dispositivos móveis (smatphones e tablets compatíveis para Android e iOS) com toda programação e serviços disponíveis no evento.

Acessibilidade

Esta edição irá oferecer visitas guiadas gratuitas com audiodescrição para pessoas com deficiência visual, com deficiência sensorial ou com distúrbios de atenção. Além disso, visitas guiadas com Libras para pessoas com deficiência auditiva. Todos os dias da Feira serão abertas 20 vagas para a visita com audiodescrição e 40 para a visita em Libras, cada uma com três horas de duração. É garantida a gratuidade ao evento para pessoas com deficiência, e cadeiras de rodas para serem utilizadas no pavilhão.

De segunda a sexta-feira, as visitas serão realizadas das 14h às 17h. E aos sábados e domingos das 10h às 13h. O ponto de encontro com a equipe de acessibilidade será na recepção. Para agendamento individual ou de um grupo é necessário informar nome e dia pretendido por mensagem via WhatsApp 81.998293460.

Confira programação completa

Ao chegar à Fenearte, o visitante dará de cara com a Alameda dos Mestres, que reunirá 64 artesãos pernambucanos. Entre os mestres da Fenearte deste ano, estarão a rendeira Dona Odete, de 94 anos, que há mais de 70 trabalha na confecção da renda renascença e o mais jovem representante da Ala, Mestre Gilson, de 41 anos.

Também serão instaladas exposições no 17º Salão de Arte Popular Ana Holanda, no 6º Salão de Arte Popular Religiosa e na 15ª Galeria dos Reciclados, com obras selecionadas que remetem ao tema da Fenearte.

Espaço Sebrae de Economia Criativa vai ocupar uma área de 540m², disponível para exposição e vendas de produtos dos artesãos assistidos pela instituição. Ao todo, serão 68 expositores distribuídos entre produtores de artesanato decorativo e utilitário, artigos da moda autoral pernambucana e produtores de gastronomia artesanal.

A Fenearte Cidadania vai atender até 100 crianças por dia e oferecer atividades educativas e culturais durante os dias da Feira. No Espaço Cidadania, haverá uma programação diária de atividades culturais e educativas, como exibição de filmes, apresentações teatrais, oficinas e contação de história. A proposta é desenvolvida pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ).

Desfiles de moda

No espaço Passarela Fenearte, que fica no mezanino do pavilhão, haverá destaque para a produção pernambucana de moda autoral. Estudantes de moda, estilistas locais e projetos sociais apresentam suas coleções especialmente elaboradas para esta edição. A agenda de desfiles começa no sábado, 9 de julho, às 19h, com a apresentação dos criativos expositores da Loja de Moda Autoral de Pernambuco. Ao longo da programação serão 15 desfiles até o dia 16/07. Confira programação:

Oficinas de artesanato

Haverá 130 turmas de oficinas gratuitas de artesanato com mestres de Pernambuco, com 1.300 vagas para o público. Confira programação:

Made with Flourish

Gastronomia

Além da praça de alimentação, que traz uma série de opções para os consumidores se alimentarem, a  feira terá o restaurante da Casa dos Frios e o Projeto Pizza Maker Down, que unirá profissionais com Síndrome de Down que estarão todos os dias elaborando e comercializando um cardápio com pizzas de diversos sabores no Mezanino.
Ainda, promoverá, mais um ano, a Cozinha Fenearte, que trará aulas diárias de gastronomia ministradas por 16 chefs pernambucanos renomados. Confira programação:
Made with Flourish

Rodas de conversa

O Espaço Janete Costa receberá o projeto chamado Interferências, no qual um grupo de arquitetos e designers interfere no trabalho artesanal com o propósito de orientar os artesãos, também será ponto de encontro para discussões, aprendizados e reflexões. Três mestres artesãos de Minas Gerais estarão no local trocando experiências no local: José Alves da Silva (Caraí), Margarida Pereira da Silva (Caraí) e Lucineia de Souza (Taiobeiras).

Ainda, entre os dias 07 e 13 de julho, sempre às 16h, a já tradicional roda de conversas com especialistas de perspectivas diversas. Confira a programação:

Dia 07/07 às 16h

  • Artesanato e Arte Popular
  • Ricardo Gomes Lima - RJ Antropólogo , professor da UFRJ , pesquisador e curador de artesanato e arte popular, membro do Conselho da Arte Sol;
  • Adelia Borges - SP Jornalista, Curadora, crítica de design, Doutora Honório pela UNESP e membro do Conselho da Arte Sol;
  • Bel Juruna - PA Artista e designer indígena da etnia JURUNA.

Dia 08/07 às 16h

  • Movimento Mangue - Moda
  • Evêncio Vasconcelos - Produtor do Mercado Pop
  • Eduardo Ferreira – Estilista e figurinista criador da estética mangue
  • Período Fértil – Marcia Lima e Clesinho Santos, moda
  • Fag – Osman Frasão- moda
  • Beto Normal – estilista e figurinista

Dia 11/07 às 16h

  • Design artesanal
  • Erico Gondin-CE Artista e designer
  • Rodrigo Ambrósio -AL Artista, designer
  • Marcenaria Olinda- PE Fernando Ancil
  • Projeto Riquezas da mata –Ipojuca –PE SEBRAE e Imaginário Pernambucano

Dia 12/07 às 16h

  • Movimento Manguebeat - Música
  • Paulo André – Idealizador e produtor do Abril pro Rock
  • Fred Zero Quatro – Compositor e cantor do Mundo Livre S/A
  • Canibal – Cantor e compositor
  • Renato L – Jornalista, produtor cultural
  • Louise França – Filha de Chico Science

Dia 13/07 às 16h

  • Movimento Mangue cena artística
  • Juliana Notari , Artista Visual
  • Maurício Castro, Artista plástico
  • Fernando Perez
  • Jacaré
  • Leopoldo Nobrega

Rodada de negócios

A Rodada de Negócios será realizada de 07 a 09 de julho, nos modos presencial e remoto, das 9h30 às 13h. Os interessados em participar no formato presencial podem acompanhar no 1º andar do Centro de Convenções, nas salas Triunfo e Tamandaré. Neste ano, a expectativa é que 150 inscritos participem, entre artesãos e lojistas, com uma estimativa de R$ 3,8 milhões em negócios gerados para os artesãos.

Shows e apresentações culturais

O Som na Rural estacionará na Fenearte com uma programação que promete sacudir os visitantes com jam sessions que vão misturar tradições regionais como o maracatu, o coco e o forró com influências nacionais e internacionais como o samba, o hip-hop, o rock e o punk-rock. As apresentações acontecem, em paralelo ao palco, localizado na Praça de Alimentação. Ao lado, funcionará uma estação do Boteco Aceperva garantindo chopes artesanais pernambucanos e muita animação.

Comentários

Últimas notícias