Futebol Internacional

Bayern de Munique é campeão da Bundesliga pela oitava vez seguida

O título foi assegurado com duas rodadas de antecedência, ao bater o Werder Bremen na 32ª rodada do Campeonato Alemão

AFP
AFP
Publicado em 16/06/2020 às 20:16
Notícia
MARTIN MEISSNER/POOL/AFP
Time bávaro segue hegemônico na Alemanha, conquistando o oitavo título consecutivo - FOTO: MARTIN MEISSNER/POOL/AFP
Leitura:

O Bayern de Munique conquistou nesta terça-feira (16) seu oitavo título alemão Campeonato Alemão, o primeiro troféu entregue entre as grandes ligas europeias desde que o futebol foi retomado no continente em meio à pandemia do coronavírus.

O clube bávaro, que somou o 30ª troféu do Campeonato Alemão de sua história, terminou a partida com um jogador a menos, após a expulsão no fim do jogo do canadense Alphonso Davies, mas derrotou o Werder Bremen por 1 a 0 graças ao gol do artilheiro polonês Robert Lewandowski (43').

Com a vitória, o Bayern abriu 10 pontos de vantagem sobre o segundo colocado Borussia Dortmund, que não pode mais alcançar o líder já que tem somente três jogos a disputar até o fim da temporada, um deles nesta quarta-feira (17) contra o Mainz, pela 32ª rodada da Bundesliga.

Neste estranho mundo do futebol em meio à pandemia do coronavírus, o rigoroso protocolo sanitário deu à alegria dos jogadores ares de uma comemoração de um título amador. Somente os reservas e a comissão técnica puderam participar dos abraços coletivos dentro do gramado ao som do apito final. Na arquibancada, meia dúzia de dirigentes celebravam a conquista.

"Estamos felizes por este título", declarou um dos dirigentes presentes, o diretor Karl-Heinz Rummenigge. "É preciso lembrar que no outono estávamos sete pontos atrás (do líder). Hansi Flick recuperou a equipe, fez ela voltar a jogar de maneira atraente e vitoriosa. No sábado, faremos uma festa pequena, sem as esposas, infelizmente, com poucas pessoas nas arquibancadas, é a única maneira de terminar a Bundesliga", afirmou.

A vitória na casa do Werder Bremen foi menos fácil do que as outras somadas pelo Bayern desde que o futebol voltou na Alemanha, em meados de maio.

Müller iguala Ribéry

Numa partida entre o Bremen, penúltimo colocado que busca escapar do rebaixamento, e o gigante Bayern, tudo indicava para um duelo desequilibrado em campo. O técnico Hansi Flick escalou o que tinha de melhor no elenco bávaro e Lewandowski, que aos 31 anos vive uma de suas temporadas mais goleadoras, abriu o placar pouco antes do intervalo.

Mas a expulsão de Davies desestabilizou o Bayern e deu vida ao Bremen, que fez o gigante sofrer nos minutos finais e obrigou o goleiro Manuel Neuer a salvar uma bola milagrosa nos acréscimos.

No fim, os livros de história lembrarão que Lewandowski alcançou a marca de 31 gols em um temporada da Bundesliga, seu recorde pessoal. E que Thomas Müller igualou o recorde de títulos de Franck Ribéry para um jogador: nove.

Para Hansi Flick, que assumiu o comando técnico do Bayern no meio da temporada, após a demissão de Niko Kovac, trata-se de um primeiro título como treinador principal. Flick, porém, já havia conquistado o 'Schale', o troféu do Campeonato Alemão, quatro vezes como jogador entre 1986 e 1990.

O título nacional, que comprova mais uma vez o domínio avassalador do Bayern na Alemanha no século XXI (15 Bundesligas desde o ano 2000), é na verdade o mínimo exigido pelos dirigentes do clube a cada temporada.

Rumo à Tríplice Coroa

Em 4 de julho em Berlim, a equipe tentará conquistar uma segunda dobradinha nacional consecutiva na final da Copa da Alemanha contra o Bayer Leverkusen, antes de tentar a sorte em agosto na Liga dos Campeões, um título que não conquista desde 2013.

"Se buscamos a tríplice coroa? Somos o Bayern de Munique. Nossos objetivos são os mesmos todo ano", declarou um orgulhoso Flick após a partida. "Conquistamos um de nossos principais objetivos, o campeonato. O próximo passo será a Copa (da Alemanha) e depois a Liga dos Campeões", concluiu.

Mas embora o campeão já tenha sido sagrado, a Bundesliga ainda promete algum suspense até o fim da temporada. O Borussia Monchengladbach (59 pontos), que venceu nesta terça-feira por 3 a 0 o Wolfsburg, tomou provisoriamente do Leverkusen (57 pts) o quarto lugar, sinônimo de classificação para a próxima Liga dos Campeões.

O Borussia Dortmund (66 pts) parece intocável no segundo lugar e já garantiu uma das vagas na próxima Champions. A terceira posição pertence ao RB Leipzig (62 pts), que segue na disputa da atual edição da Champions.

Na parte de baixo da tabela, o recém-promovido Paderborn, derrotado por 1 a 0 pelo Union Berlin, não sobreviveu ao primeiro ano na elite do futebol alemão e voltará para a segunda divisão em 2020-2021.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias