PREMIAÇÃO

Premiação por título será paga ao elenco do Salgueiro com cotas da Copa do Nordeste e Copa do Brasil de 2021

A informação foi confirmada pelo presidente do Salgueiro, José Guilherme, em entrevista ao Jornal do Commercio

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 06/08/2020 às 19:12
Notícia

ALEXANDRE GONDIM/ JC IMAGEM
Salgueiro é o campeão do Pernambucano de 2020. - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/ JC IMAGEM
Leitura:

O título do Salgueiro quebrou uma hegemonia centenária ao conquistar o Campeonato Pernambucano de 2020. Com a vitória nos pênaltis diante do Santa Cruz, o Carcará se tornou o primeiro clube do interior a conquistar o Estadual. Além disso, o troféu do time do Sertão simboliza outro fato histórico: interromper uma sequência de conquistas de Náutico, Santa Cruz e Sport, que já durava mais de 76 anos. No entanto, os jogadores não vão receber o famoso "bicho" do clube após esse título tão simbólico. Pelo menos não por agora. A informação foi confirmada pelo presidente do Carcará, José Guilherme, em entrevista ao Jornal do Commercio.

De acordo com o mandatário do Salgueiro, a equipe não tem esse dinheiro para pagar a premiação e, em comum acordo com os atletas, ficou definido que 20% das cotas da Copa do Brasil e da Copa do Nordeste de 2021 serão destinadas para o elenco, mesmo que alguns nomes não estejam mais no clube quando a verba dos torneios entrar.

"A gente não tinha dinheiro para pagar premiação aos atletas. Então o que eu acertei com os atletas foi atingir o máximo de campeonatos com cotas boas: Copa do Brasil e Copa do Nordeste. Então acertei que tudo que entrasse no clube dessas cotas 20% seria dos atletas. Mesmo que o atleta não esteja mais em Salgueiro, a gente faz o depósito do valor dessa conquista", disse o presidente José Guilherme, que completa destacando que o prefeito da cidade e outro nome importante na história do clube doaram R$ 50 mil cada um para o elenco do Carcará após o título do Campeonato Pernambucano.

"O prefeito da cidade (Klebel Cordeiro) disse que doaria do bolso dele R$ 50 mil e um dos fundadores do time, Eduardo Sampaio, ofereceu também R$ 50 mil se fosse campeão. A partir desta sexta-feira eu vou entrar em contato com os dois para saber como vai ser a logística de recebimento e repassar aos atletas e eles dividirem os R$ 100 mil entre eles. Então o bicho total será R$ 100 mil deles dois e mais 20% da cota da Copa do Brasil e da Copa do Nordeste.

Leia mais

> Copiando Ceará e Salgueiro: momento exige futebol reativo

> Dos vices ao título: a trajetória de Ranieri, capitão do Salgueiro campeão pernambucano

> Após título, técnico do Salgueiro desabafa: "parece um sonho"

Com o título, o Salgueiro agora mira o acesso à Série C do Campeonato Brasileiro. Para isso, precisa fazer uma boa campanha na Série D, prevista para começar em setembro. Porém, mesmo que não consiga o acesso, o Carcará está garantido em quatro competições em 2021: Campeonato Pernambucano, Copa do Nordeste, Série D e Copa do Brasil.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias