ESPORTS

LoL: Suning e DAMWON Gaming decidem a final do Mundial 2020

O Mundial de League of Legends volta a ser decidida entre a Coreia do Sul e China após seis anos

Túlio Feitosa Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 26/10/2020 às 11:49
DAVID LEE / RIOT GAMES
Troféu do Mundial de League of Legends - FOTO: DAVID LEE / RIOT GAMES
Leitura:

Estão definidas as equipes que irão se enfrentar na grande final do Campeonato Mundial 2020 de League of Legends (LoL). Soberanos nas semifinais, a chinesa Suning e a sul-coreana DAMWON Gaming travarão o duelo entre as duas regiões mais fortes da modalidade e terão o Estádio Pudong, em Xangai, na China, como palco para o confronto do próximo sábado (31).

No último sábado (24), a DAMWON enfrentou a G2 em série melhor de cinco e não deu muitas chances para a equipe europeia. Os sul-coreanos se saíram melhor e venceram por 3x1, mantendo a melhor campanha da competição com 11 vitórias apenas duas derrotas em 13 partidas disputadas. Pela primeira vez numa decisão de Mundial, a DAMWON chega como favorita ao título.

Já no domingo, a Suning surpreendeu ao vencer a favorita ao título Top Esports, atual campeã chinesa. Vindo como a terceira representante da China no Mundial 2020, a Suning enfrentou seus dois rivais de região durante o mata-mata até a final da competição, mostrando que o time evoluiu muito desde a competição da sua região. Os leões chegam em mais uma partida para derrubar o favoritismo do adversário e manter a dinastia chinesa no League of Legends.

Coreia do Sul x China

Representantes chineses e sul-coreanos não se enfrentavam numa final de Mundial de LoL desde 2014, quando a Samsung Galaxy White, da Coreia do Sul, bateu a chinesa Star Horn Royal Club por 3x1, em série melhor de cinco. As regiões também haviam se enfrentado no ano anterior, também com a Royal Club como representante chinesa, mas dessa vez a SK Telecom T1 foi a equipe vencedora.

Mesmo a Coreia do Sul sendo a região mais vencedora da competição internacional, com os títulos da SKT T1 (2013, 2015 e 2016), Samsung Galaxy White (2014) e Samsung Galaxy (2017), a China vem em uma enorme crescente no cenário mundial de League of Legends e levou as duas últimas edições do Mundial para casa, com a Invictus Gaming (2018) e FunPlus Phoenix (2019).

Em compensação, a Coreia do Sul guarda o tabu de não ter perdido para uma equipe chinesa em finais de Mundial. A única derrota de um time sul-coreano para outra equipe que não fosse do mesmo país em uma decisão, foi em 2012, na segunda edição do Mundial, quando a Azubu Frost foi derrotada pela taiwanesa Assassins Taipei. A China, nos dois anos que foi campeã, bateu as europeias Fnatic e G2 nas finais, respectivamente.

Comentários

Últimas notícias