Revelação

Gabriel Medina diz que nunca fumou maconha em resposta à fã

Bicampeão mundial fez brincadeira de perguntas e respostas nos stories do Instagram e não deixou de atender às curiosidade dos seguidores

Luana Ponsoni
Luana Ponsoni
Publicado em 11/01/2021 às 17:23
Notícia

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Gabriel Medina contou que a pergunta sobre se ele é usuário de maconha é a que mais fazem - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

O bicampeão mundial de surfe Gabriel Medina pegou muita gente de surpresa ao responder, sem qualquer ressalva, todas as perguntas feitas pelos fãs em uma brincadeira de perguntas no story da rede social Instagram. Entre pedidos por mais detalhes sobre o relacionamento dele com a modelo Yasmin Brunet, surgiu também um questionamento sobre se o atleta "gosta de fumar de maconha". Ao que ele prontamente respondeu com um não.

"Não. Nunca experimentei na verdade. Mas é a pergunta que mais me perguntam. Então, não", respondeu o atleta que será um dos representantes do Brasil no surfe dos Jogos Olímpicos de Tóquio, ao lado do potiguar Ítalo Ferreira.

Antidoping

Até o ano passado, o a Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) punia com multa e suspensão de até quatro anos os atletas que testassem positivo para o uso de drogas recreativas como maconha e cocaína. Este ano, porém, houve uma atualização no código disciplinar, que retirou essas penalizações especificamente, mas apenas após os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Em anos anteriores, atletas como o campeão do UFC John Jones e o campeão olímpico de vôlei Giba foram punidos pelos usos de cocaína e maconha, respectivamente. 

“Percebemos que nos casos que um atleta tem problema com droga e não está tentando se beneficiar com ganho em performance, a prioridade deve ser com a saúde do atleta, mais importante do que impor uma longa sanção esportiva”, comunicou a Wada recentemente por meio de assessoria de imprensa.

 

Comentários

Últimas notícias