OLIMPÍADA

Pernambucana Etiene Medeiros garante vaga na Olimpíada de Tóquio

A Federação Internacional de Natação confirmou a convocação dos revezamentos 4x100m livre feminino e 4x100m medley misto do Brasil. As duas equipes participavam da repescagem mundial de revezamentos encerrada no último dia 31 de maio.

Marcos Leandro
Marcos Leandro
Publicado em 05/06/2021 às 17:49
Notícia
SATIRO SODRÉ/CBDA
Etiene Medeiros (E) disputou o revezamento 4x100 livre, mas não seguiu para a final - FOTO: SATIRO SODRÉ/CBDA
Leitura:

Com informações da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos 

A nadadora pernambucana Etiene Medeiros garantiu vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, com data de começo marcada para 23 de julho. A confirmação veio neste sábado (5). A Federação Internacional de Natação confirmou a convocação dos revezamentos 4x100m livre feminino e 4x100m medley misto do Brasil. As duas equipes participavam da repescagem mundial de revezamentos encerrada no último dia 31 de maio.

No 4x100m livre feminino, a equipe brasileira, formada por Etiene Medeiros, Stephanie Balduccini, Ana Vieira e Larissa Oliveira, terminou na quarta colocação com o tempo de 3m38s59. No 4x100m medley misto, formado por Guilherme Basseto, Felipe Lima, Giovanna Diamante e Larissa Oliveira, o Brasil terminou na terceira colocação com 3m45s51. Classificavam-se os quatro primeiros tempos da repescagem.

Com os resultados, o Brasil, agora, tem cinco revezamentos classificados para Tóquio: 4x100m livre (masculino), 4x200m livre (masculino), 4x100m medley (masculino), 4x100m livre (feminino) e 4x100m medley (misto).

Etiene Medeiros desabafa sobre saúde mental no isolamento: "60 dias sem previsão"

Longe por conta do isolamento, Etiene Medeiros envia carta aberta para mãe: "tudo para mim"

Em casa, Etiene Medeiros treina, faz ioga e prega tranquilidade para superar coronavírus

A confirmação dos revezamentos aumenta o número de atletas integrantes da delegação brasileira na natação para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Agora, a seleção brasileira tem 23 convocados. 

Os revezamentos 4x200m livre feminino e 4x100m medley feminino não terminaram entre os quatro primeiros do ranking da repescagem, mas ainda podem obter a classificação olímpica, dependendo da confirmação ou não dos países mais bem colocados à Federação Internacional de Natação. Essa confirmação deve ocorrer até o meio de junho.

HISTÓRICO

Primeira brasileira a conquistar uma medalha de ouro em um Mundial de Natação, Etiene Medeiros está entre as melhores do mundo nos 50 metros costas há seis anos. Antes do título em 2017, em Budapeste (HUN), foi quarta colocada no Mundial em Barcelona 2013 e bronze em Kazan 2015. Ela também é bicampeã do mundo em piscina curta (Doha/2014, quando bateu o recorde mundial, e Windsor/2016), além da vitória no revezamento medley misto em 2014.

Em 2019 acrescentou mais uma medalha em Mundiais, a prata nos 50m costas. Única brasileira bicampeã pan-americana de natação - ganhou ouro nos 100m costas em Toronto, em 2015, e nos 50m livre em Lima, em 2019 -, Etiene soma nove medalhas no Pan, sendo quatro no Canadá e cinco no Peru.

Comentários

Últimas notícias