COPA AMÉRICA

Venezuela convoca mais 15 jogadores após casos de covid-19

A Venezuela enfrentará a Seleção Brasileira no domingo (13)

AFP
AFP
Publicado em 12/06/2021 às 19:56
Notícia
AIZAR RALDES / POOL / AFP
A Seleção da Venezuela registrou 13 casos de covid-19. - FOTO: AIZAR RALDES / POOL / AFP
Leitura:

A seleção da Venezuela convocou 15 jogadores de emergência para a Copa América neste sábado, após diagnosticar casos positivos de covid-19 na delegação que viajou para Brasil, sede do torneio.

A Conmebol registrou 13 casos na delegação do país, mas a Federação Venezuelana de Futebol (FVF) reconheceu 11 em nota, "oito deles jogadores de futebol e três membros da comissão técnica, que foram imediatamente isolados". O documento divulgado pela FVF não revelou os nomes dos infectados. A Venezuela enfrentará a Seleção Brasileira no domingo, na abertura do torneio continental.

 

Quando o grupo original de convocados viajou na quinta-feira para Brasília, local da partida de estreia, o capitão do time, o meia Tomás Rincón, foi deixado em "isolamento" em Caracas devido a sintomas de uma "situação viral".

Dois jogadores, os defensores Wilker Ángel e Rolf Feltscher, foram excluídos por covid-19 da lista do técnico da seleção, o português José Peseiro.

Na relação dos novos convocados, destacam-se três atacantes que atuam no exterior: Daniel Pérez (Bruges, Bélgica), Jan Hurtado (Red Bull Bragantino, Brasil) e Eric Ramírez (DAC, Eslovênia).

O restante dos relacionados pertencem a clubes locais. Eles viajaram para o Brasil na tarde deste sábado.

Os novos convocados são os seguintes:

Goleiros: Yhonatann Yustiz (Aragua), Giancarlo Schiavone (Metropolitanos) e Luis Romero (Portuguesa).

Defensores: Eduardo Ferreira, Diego Osío (Caracas FC), Francisco La Mantía (Deportivo La Guaira).

Meias: Leonardo Flores (Caracas FC), Christian Rivas (Estudiantes de Mérida), Christian Larotonda, Abraham Bahachille e Robinson Flores (Metropolitans) e Richard Figueroa (Zamora FC).

Atacantes: Daniel Perez (Bruges, Bélgica), Eric Ramírez (DAC, Eslovênia) e Jan Hurtado (Red Bull Bragantino, Brasil).

Comentários

Últimas notícias