TÓQUIO 2020

Flávia Saraiva fica de fora do pódio na final da trave; Simone Biles conquista o bronze

A ginástica artística brasileira se despede de Tóquio com um ouro e uma prata conquistados

Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 03/08/2021 às 6:48
Notícia
JÚLIO CÉSAR GUIMARÃES/COB
A ginasta Flávia Saraiva acabou se desequilibrando em algumas acrobacias na final da trave - FOTO: JÚLIO CÉSAR GUIMARÃES/COB
Leitura:

Não deu para Flávia Saraiva na final da trave, na ginástica artística dos Jogos de Tóquio-2020. A ginasta brasileira, que se recuperou de uma torção no tornozelo, se desequilibrou em algumas acrobacias e acabou perdendo pontos cruciais na disputa pelo pódio desta terça-feira (3).

Se despedindo da Olimpíada de Tóquio, Flávia Saraiva acabou ficando na 7ª colocação com a nota 13.133. Essa foi a segunda final olímpica da brasileira, que já se prepara para o Mundial de Ginástica, em outubro deste ano.

Última ginasta a subir na trave nesta terça-feira (3), a chinesa Guan Chenchen conquistou o ouro com 14.633 de nota. Dobradinha chinesa, a prata ficou com a ginasta Tang Xijing, com nota 14.233.

Após desistir de cinco finais diferentes na ginástica, a estadunidense Simone Biles decidiu disputar a final da trave para encerrar sua participação em Tóquio.

Mesmo simplificando sua série, a ginasta pontuou 14.000 e conquistou a medalha de bronze. Foi a quinta medalha olímpica individual de Simone Biles

Comentários

Últimas notícias