REFENO

Largada da 32ª Regata Internacional Recife-Fernando de Noronha será neste sábado (25)

85 barcos de 16 estados brasileiros percorrerão 300 milhas náuticas, equivalente a 560 quilômetros, na principal travessia oceânica do Brasi

JC
JC
Publicado em 24/09/2021 às 11:02
Notícia
TSUEY LAN BIZZOCCHI / CABANGA
A largada para a Refeno será realizada neste sábado (25) - FOTO: TSUEY LAN BIZZOCCHI / CABANGA
Leitura:

Com o retorno da Refeno ao calendário para 2021, o Comodoro do Cabanga Paulo Perez detalhou a força-tarefa para a realização da 32ª Regata Internacional Recife-Fernando de Noronha, com partida marcada para às 11h deste sábado, no Marco Zero, Centro do Recife. Já o encerramento, que acontecerá depois de 14 dias de atividades na Capital pernambucana e em Fernando de Noronha, será no dia 03/10 (domingo).

“O Governo do Estado de Pernambuco analisou os protocolos e os projetos da regata e das festividades, fazendo com que a gente se adequasse. Toda a programação, que se divide em regata, festividades e ações sociais, está funcionando como evento-teste justamente porque a Refeno acontece tanto no Recife como em Fernando de Noronha. Montamos uma grande estrutura, enviando 750 cadeiras de navio, 200 mesas, roupa para garçom, grid, segurança e até controle de acesso com QR Code”, ressaltou a organização do evento.

Para a edição deste ano, estão confirmados 85 barcos de 16 estados brasileiros, além de uma embarcação estrangeira, da Espanha. A comissão organizadora estima a presença de cerca de 700 velejadores (máximo) na maior travessia oceânica da América do Sul. Devido à pandemia, o número de inscrições surpreendeu.

“Tivemos uma quantidade de barcos inscritos além do esperado. Mais de 600 velejadores chegarão à ilha de barco, fora os familiares que vão de avião. A Refeno é um evento que tradicionalmente movimenta turistas e ilhéus, sendo um dos maiores de Fernando de Noronha. A gente sempre faz o evento aberto ao público da ilha, mas este ano infelizmente precisamos ter controle de acesso, que será feito em tempo real. Se atingir 750 participantes, ninguém mais entra”, declarou Leonides Alves, diretor da Refeno.

Diretor técnico da Refeno e também do Cabanga, Edival Júnior comentou sobre a previsão da prova. A largada será dividida em quatro grupos. A Regata Recife-Fernando de Noronha terá disputa nas classes ORC, IRC, RGS, VPRS, Mocra, Catamarã, Trimarã, Aço, Alumínio, Bico de Proa, Aberta, Turismo e Clássicos. Os barcos percorrerão 300 milhas náuticas, o equivalente a 560 quilômetros, na principal travessia oceânica do Brasil.

“Esse ano temos uma condição de vento bastante favorável. As previsões são bem positivas. Se tratando do mês de setembro, próximo ao fim do ano, o vento tem a tendência de girar mais para o quadrante norte, mas é previsto que permaneça no quadrante sul, o que dará mais conforto e tranquilidade para os participantes. Na largada, os grupos de barcos mais lentos são prioridade, depois as classes e subclasses de barcos mais competitivos e por último os catamarãs e multicascos, que provavelmente disputarão a Fita Azul”, pontuou.

TSUEY LAN BIZZOCCHI / CABANGA
A largada para a Refeno será realizada neste sábado (25) - TSUEY LAN BIZZOCCHI / CABANGA

Capitão da Capitania de Portos de Pernambuco, Márcio Rebello reforçou a fiscalização dos itens de segurança para os barcos. O grande e principal objetivo é tornar a disputa ainda mais segura. Para isso, alguns elementos precisam estar funcionando além dos que já são conhecidos pelos velejadores. O procedimento tem como foco principal checar a presença dos itens básicos de segurança para a travessia, a exemplo de GPS, coletes e extintores de incêndio.

“Fizemos a relação de todos os itens de segurança dos barcos. Estamos fiscalizando todos os barcos que vão participar da regata para verificar se estão cumprindo os requisitos que foram expedidos pela portaria. Durante a regata, haverá três embarcações na água apoiando a largada, um navio de Natal/RN (Navio Patrulha Guaíba – NGB) que vai acompanhar toda a regata, prestando todo o apoio. Na ilha, serão três equipes para apoiar a chegada de todos os barcos. Teremos uma regata com segurança”.

Protocolo

Antes da largada, os competidores terão que apresentar uma das seguintes opções de exames: Sorológico quantitativo de IgG (reagente) com menos de 90 dias; Dosagem dos anticorpos neutralizantes (reagente) com menos 90 dias; RT-PCR por swab nasal (coletor usado no teste) positivo há mais de 20 dias e menos de 90 dias; RT-PCR por swab nasal negativo 48 horas antes do embarque no veleiro.

O aviso dos coordenadores da prova é que nenhum inscrito poderá embarcar sem apresentar um dos exames, exigindo o cumprimento do protocolo de segurança sanitária. Os mesmos protocolos são necessários para os acompanhantes que chegarão à ilha de avião e para o público em geral. O resultado precisa ser enviado pela internet.

TSUEY LAN BIZZOCCHI / CABANGA
A largada para a Refeno será realizada neste sábado (25) - FOTO:TSUEY LAN BIZZOCCHI / CABANGA

Comentários

Últimas notícias