VELA

Tudo pronto para largada da 32ª edição da Regata Internacional Recife-Fernando de Noronha (Refeno)

Os barcos percorrerão 300 milhas náuticas, o equivalente a 560 quilômetros, na principal travessia oceânica do Brasil

Marcos Leandro
Marcos Leandro
Publicado em 25/09/2021 às 9:32
Notícia
Tsuey Lan Bizzocchi / Cabanga
A partir das 11h, será realizada a partida da 32ª edição da Regata Internacional Recife-Fernando de Noronha (Refeno), organizada pelo Cabanga Iate Clube de Pernambuco - FOTO: Tsuey Lan Bizzocchi / Cabanga
Leitura:

Está tudo pronto! Neste sábado (25/9), a partir das 11h, será realizada a partida da 32ª edição da Regata Internacional Recife-Fernando de Noronha (Refeno), organizada pelo Cabanga Iate Clube de Pernambuco. Após as inspeções realizadas pela Marinha, serão 77 embarcações e 700 velejadores na disputa da maior regata oceânica da América Latina, que seguirá todos os protocolos sanitários para a segurança dos velejadores inscritos.

Após o adiamento em 2020, por conta da pandemia, a Refeno volta neste ano mostrando os motivos de ser um grande evento náutico. Todo o planejamento, desde o início das inscrições até a partida para Fernando de Noronha, foi pensado para com os devidos cuidados para preservar a saúde de todos.

"Tivemos um grande desafio de preparar esta Refeno, que promete ser uma das maiores e melhores da história. Superamos as dificuldades do último ano e teremos uma grande confraternização de velejadores de todo o Brasil. É um evento para mostrar que estamos prontos para a retomada com protocolos e segurança”, destacou o Comodoro do Cabanga, Paulo Pérez Machado.

A 32ª Refeno terá disputa nas classes ORC, IRC, RGS, VPRS, Mocra, Catamarã, Trimarã, Aço, Alumínio, Bico de Proa, Aberta, Turismo e Clássicos. Na partida, os veleiros serão divididos em quatro grupos. Os barcos percorrerão 300 milhas náuticas, o equivalente a 560 quilômetros, na principal travessia oceânica do Brasil.

No total, serão 85 barcos de 16 estados brasileiros. São Paulo é o que tem mais representantes com 18 barcos, logo na sequência tem a Bahia com 17, Pernambuco com 14 e o Rio de Janeiro com dez.

TSUEY LAN BIZZOCCHI / CABANGA
A largada para a Refeno será realizada neste sábado (25) - TSUEY LAN BIZZOCCHI / CABANGA

Protocolo

Antes da largada, os competidores terão que apresentar uma das seguintes opções de exames: Sorológico quantitativo de IgG (reagente) com menos de 90 dias; Dosagem dos anticorpos neutralizantes (reagente) com menos 90 dias; RT-PCR por swab nasal (coletor usado no teste) positivo há mais de 20 dias e menos de 90 dias; RT-PCR por swab nasal negativo 48 horas antes do embarque no veleiro.

O aviso dos coordenadores da prova é que nenhum inscrito poderá embarcar sem apresentar um dos exames, exigindo o cumprimento do protocolo de segurança sanitária. Os mesmos protocolos são necessários para os acompanhantes que chegarão à ilha de avião e para o público em geral. O resultado precisa ser enviado pela internet.

Atual campeão

Em 2019, na 31ª edição, o Fita Azul foi o barco pernambucano Patoruzú. A embarcação comandada por Higinio Marinsalta saiu do Marco Zero do Recife no sábado, às 13h30 e foi a primeira a chegar a Fernando de Noronha, às 17h15 (horário de Brasília), no domingo. O veleiro fez a travessia em 27h45min35, tempo superior ao do ano anterior, quando completou as 300 milhas náuticas em 25h58min12 e também levou o título.

Ação Social 

Nesta 32ª edição, a Refeno promoverá mais uma vez ações sociais. Ao final da regata, os velejadores inscritos na Refeno realizarão atendimentos médicos e jurídicos de forma voluntária para a população de Noronha. O Cabanga Iate Clube ainda entregará doações para a Creche Bem-me-quer e a Escola Estadual Fernando de Noronha.

Histórico

A Regata Internacional Recife - Fernando de Noronha (Refeno) atrai, todos os anos, competidores do Brasil e de várias partes do mundo. E não é difícil entender o porquê. O mar, o vento e o clima de Pernambuco são ideais para a navegação. E as paisagens, tanto na partida quanto na chegada, são encantadoras.

Todos os anos, os barcos partem do Marco Zero, ponto central do Recife e seguem com destino a Fernando de Noronha, ilha oceânica de águas cristalinas, onde é possível encontrar natureza pura, com golfinhos e atobás fazendo a festa dos visitantes.

Criada em 1986, a Refeno é considerada a primeira regata oceânica do país. O atual recorde é do veleiro Adrenalina Pura, da Bahia, com o comandante Georg Ehrensperger, que conquistou a marca de 14h34min54, em 2007.

Recordes 

O recorde geral da regata pertence ao Adrenalina Pura. Em 2007, o barco cruzou a linha de chegada em apenas 14h34min54s. Em 2017, a embarcação Camiranga (RS) conquistou o recorde da travessia entre as embarcações monocascos com o tempo de 19h03min18s.

Grupos da Partida

Grupo 1 (verde), às 12h - Aço, Alumínio e Turismo;
Grupo 2 (vermelho), às 12h30 - RGS e ORC;
Grupo 3 (azul), às 13h - Aberta e Bico de Proa
Grupo 4 (amarelo), às 13h30 - Multicascos
*O Veleiro Atrevida, o maior da Refeno, partirá às 13h15.

TSUEY LAN BIZZOCCHI / CABANGA
A largada para a Refeno será realizada neste sábado (25) - FOTO:TSUEY LAN BIZZOCCHI / CABANGA

Comentários

Últimas notícias