PREPARAÇÃO

Volta de lesionados, contratações e matemática da classificação: a preparação do Náutico para o retorno do Estadual

Náutico enfrenta o Salgueiro no próximo domingo, dia 19, em um duelo válido pela última rodada da primeira fase do Campeonato Pernambucano

Lucas Holanda Lucas Holanda
Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 13/07/2020 às 8:11
Notícia
Caio Falcão/CNC
Kieza e Erick são dois dos candidatos às vagas no ataque do Náutico - FOTO: Caio Falcão/CNC
Leitura:

A primeira partida do Náutico após a paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus será no próximo domingo, dia 19 de julho, contra o Salgueiro, no estádio Cornélio de Barros, às 16h, em um duelo válido pela última rodada da primeira fase do Campeonato Pernambucano. O último jogo do Timbu antes da pausa causada pela covid-19 foi no dia 14 de março, diante do Fortaleza, no estádio dos Aflitos, onde o Alvirrubro foi derrotado por 3x0, em um duelo válido pela penúltima rodada da Copa do Nordeste. Daí por diante, campeonatos paralisados por mais de quatro meses.

RETORNO DE ALGUNS LESIONADOS

Durante esse período de paralisação, o Náutico conseguiu recuperar alguns jogadores que estavam no departamento médico. O zagueiro Camutanga, que não atua pelo Timbu desde a final da Série C do ano passado após romper o ligamento do joelho, está recuperado da lesão e é opção para o técnico Gilmar Dal Pozzo. Outros dois que estão aptos para jogo são os também defensores Diego Silva, que se recuperou de uma pubalgia, e Rafael Dumas, que passou por artroscopia após torcer o joelho. Com relação ao zagueiro Ronaldo Alves, ele só deve ficar apto para vestir a camisa do Alvirrubro novamente apenas na Série B, prevista para começar no dia 8 de agosto.

No setor ofensivo, o atacante Álvaro ainda não está apto para defender o Timbu. O jogador sofreu um problema no ligamento cruzado anterior e no menisco, realizou cirurgia no início deste ano e, assim como Ronaldo Alves, só deve retornar na Série B. Outro que não pode jogar no próximo domingo e provavelmente só deve atuar em 2021, é o atacante Matheus Carvalho, que teve uma ruptura de ligamento cruzado anterior do joelho direito em fevereiro de 2020. Ele já fez a cirurgia, mas ainda não está apto. Com a extensão da Série B até janeiro do ano que vem, há uma possibilidade do atleta participar da reta final da competição. Outra peça do sistema ofensivo que está de volta é o paraguaio Guillermo Paiva.

LEIA MAIS

> Após longa espera, Náutico mira decisão contra o Bahia pela Copa do Nordeste

> Especialista avalia MP das transmissões: 'fragmentação não é o caminho e exclusividade também não'

> Executivo fala sobre Náutico, gestão e futebol na Live do Torcedor

RENOVAÇÕES E CONTRATAÇÕES

Além de recuperar alguns lesionados, o Náutico também reforçou o seu elenco. Conseguiu renovar com o atacante Erick e com o meia Jean Carlos, e também trouxe mais três reforços: repatriou o atacante Thiago, que veio por empréstimo do Flamengo; fechou com o meia Dadá Belmonte, do Água Santa; e o meia paraguaio Júnior Brítez, de 23 anos, e que tem passagem pela Olímpia-PAR e o sub-23 da Ponte Preta. Com exceção de Dadá Belmonte, que ainda vai disputar o restante do Campeonato Paulista pelo Água Santa, todos estão à disposição do técnico Gilmar Dal Pozzo para o duelo contra o Salgueiro.

MATEMÁTICA DA CLASSIFICAÇÃO

A última partida do Náutico no Estadual foi um empate por 2x2 diante do Retrô, no estádio dos Aflitos, no dia 8 de março. Com esse resultado, o Timbu não garantiu vaga no mata-mata da competição e chega na última rodada precisando pontuar para não correr o risco de ficar de fora da fase final do Campeonato Pernambucano e, consequentemente, disputar o quadrangular do rebaixamento. Se o Alvirrubro vencer o Salgueiro, no Cornélio de Barros, está classificado sem se preocupar com os outros resultados.

Caso o Náutico empate, vai precisar torcer para que Sport, Central ou Afogados não vençam seus jogos, com os dois últimos também precisando tirar um saldo de quatro gols - eles enfrentam Santa Cruz, Decisão e Vitória, respectivamente. Se pelo menos um desses empatar, o Timbu está classificado, mesmo que perca para o Salgueiro. Se os três adversários triunfarem de forma simples e o Carcará derrotar o Alvirrubro, aí o Náutico está eliminado e vai jogar o quadrangular do rebaixamento.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias