CAMPEONATO PERNAMBUCANO

Presidente do Náutico vê Santa Cruz favorito no clássico e cita preocupação com arbitragem

Santa Cruz x Náutico se enfrentam nesta quarta-feira (29), às 21h30, na Arena de Pernambuco, pela semifinal do Campeonato Pernambucano

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 27/07/2020 às 11:57
Notícia

BOBBY FABISAK/ JC IMAGEM
Edno Melo concedeu entrevista à Rádio Jornal. - FOTO: BOBBY FABISAK/ JC IMAGEM
Leitura:

Após vencer o Central por 2x1 nas quartas de final do Campeonato Pernambucano, o Náutico agora concentra forças na semifinal do Estadual. O Timbu vai enfrentar o Santa Cruz, nesta quarta-feira (29), às 21h30, na Arena de Pernambuco. E para o mandatário alvirrubro o Clássico das Emoções tem um favorito: o Tricolor. Em entrevista ao comentarista Ralph de Carvalho, da Rádio Jornal, Edno Melo afirmou que a Cobra Coral tem o favoritismo da partida, mas destacou que a preparação do Náutico vem se preparando da melhor forma para fazer um grande jogo na quarta-feira diante do Santa Cruz.

"É um jogo difícil. A gente sabe que o Santa Cruz é o favorito. Um time que terminou dez pontos na nossa frente na primeira fase e também está invicto. Mas o Náutico vem trabalhando e vem buscando a melhor forma da equipe. E vamos para o jogo. Quarta-feira vai ser um grande jogo se Deus quiser", disse Edno Melo, que completa detalhando sobre a situação do meia Jean Carlos, desfalque do Timbu nas duas partidas após o retorno dos jogos porque está cumprindo o isolamento social depois de testar positivo para a covid-19. "Jean Carlos ainda vai fazer o exame novamente e, se der negativo, aí sim vamos contar com ele para o restante do campeonato", disse o presidente do Náutico.

Leia mais

> Edno Melo coloca Náutico entre os favoritos ao acesso à Série A

> Gilmar Dal Pozzo garante Náutico forte no clássico diante do Santa Cruz

> Efetivo, Jorge Henrique se destaca e ganha elogios do comandante do Náutico

ARBITRAGEM

Nos dois jogos das quartas de final, polêmica envolvendo a arbitragem. Na vitória do Náutico por 2x1 diante do Central, houve a reclamação por parte dos alvinegros de um pênalti não dado em cima do atacante Leandro Costa. No triunfo do Afogados por 1x0 contra o Retrô, uma entrada de Júnior Juazeiro, atacante da Coruja do Sertão, no defensor adversário, lance que o árbitro da partida aplicou apenas o cartão amarelo, o que gerou a reclamação dos jogadores do Retrô.

Sobre a semifinal diante do Santa Cruz, o presidente do Náutico disse que a arbitragem preocupa porque o clube foi prejudicado na final do Campeonato Pernambucano de 2019, onde o Timbu perdeu o título nos pênaltis para o Sport. O mandatário alvirrubro disse que o desejo de todo mundo é que o Clássico das Emoções não tenha o resultado interferido por conta de erros da equipe de arbitragem escolhida para comandar o jogo.

"Preocupa (a arbitragem) porque o Náutico já foi prejudicado na perda do Campeonato Pernambucano de 2019, que você sabe que foi com erros de arbitragem. A gente viu a arbitragem de Afogados x Retrô e foi uma arbitragem que trouxe prejuízo para uma das equipes. O que todo mundo quer é que o resultado do jogo não tenha interferência nenhuma de árbitro. Então preocupa. Que seja escolhido um árbitro experiente, que tenha o mínimo de erro possível. É claro que o erro pode existir, o ser humano erra, mas que seja o mínimo possível", disse Edno, que finaliza lamentando à ausência do árbitro de vídeo nas fases finais do Estadual.

"Inclusive a gente tinha a garantia do VAR este ano, mas não vamos ter mais por conta da pandemia. Então é uma coisa que preocupa não só o Náutico, mas todos os esportistas que querem ganhar o jogo sem nenhuma interferência, mas de fato por merecimento", finalizou o presidente Edno Melo.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias