RECEITA E PATRIMÔNIO

Balanço financeiro: Náutico teve déficit maior em 2020 e também viu dívidas aumentarem

No ano de 2020, a maior fonte de receita do Náutico foram as competições

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 29/04/2021 às 22:53
Notícia
SÉRGIO BERNARDO/ACERVO JC IMAGEM
O Náutico publicou os balanços financeiros de 2018, 2019 e 2020 na noite desta quinta-feira (29). - FOTO: SÉRGIO BERNARDO/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

O Náutico publicou, na noite desta quinta-feira (29), o balanço financeiro do ano de 2020. Comparando o ano passado com 2019, o Timbu registrou um déficit bem maior, com diferença perto dos R$ 3 milhões, já que enquanto a despesa aumentou quase R$ 2,5 milhões, a receita diminuiu quase meio milhão. Além disso, o clube também viu as dívidas aumentarem de um ano para outro. Enquanto os ativos, ou seja, tudo que gera renda para o clube, caíram mais de meio milhão, os passivos, tudo que gera gastos, aumentaram mais de R$ 4 milhões. 

No ano passado, de volta à Série B do Campeonato Brasileiro, o Náutico disputou ainda o Campeonato Pernambucano, a Copa do Brasil e a Copa do Nordeste. Dentro do seu detalhamento de receita, em 2020, a maior parcela foi justamente da Renda com Competição, que deu ao Timbu um montante de R$ 5.690.080,82, bem semelhante ao ano de 2019, quando essa mesma fonte gerou R$ 5.203.775,80. Esses números já acendem um sinal de alerta para os alvirrubros, uma vez que em 2021 o clube tem apenas o Pernambucano e o Brasileiro da Série B no calendário.

Entre as outras fontes de renda do Náutico em 2020, está o item Mensalidade, que rendeu a segunda maior fatia da renda alvirrubra, com R$ 3.715.582,38. O item Atletas aparece como o terceiro maior valor, R$ 3.682.633,50.

Completam a Receita alvirrubra em 2020, Outras Receitas, que não estão detalhadas, com um valor de R$ 3.062.435, o Marketing, com R$ 705.138, 79 e Arrendamento e Concessões, R$ 176.184,77. Comparando 2019 e 2020 novamente, ano passado, o Timbu viu entrar mais dinheiro por meio da Renda com Competição e com a Mensalidade, mas fez menos receita com o Marketing e com os Atletas. 

Em relação ao patrimônio do clube, os dados também mostram perda. Os ativos de 2020 chegaram a R$ 365.348.844,98, uma queda de R$ 506.610 em relação a 2019 (R$ 365.855.454,46). Já os passivos, aumentaram. Enquanto em 2019 as dívidas do alvirrubro estavam em R$ 155.868.532, em 2020 esse valor subiu R$ 4.145.143, indo para R$ 160.013.675. 

 

Comentários

Últimas notícias