CORONAVÍRUS

Atletas do Santa Cruz recebem orientação durante quarentena

Nei Pandolfo falou sobre as orientações passadas aos atletas do Santa Cruz após suspensão de atividades devido ao surto do coronavírus no Brasil

Cadastrado por
Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 19/03/2020 às 14:26 | Atualizado em 19/03/2020 às 14:33
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Nova política contratual do Mais Querido não é novidade para Nei Pandolfo - FOTO: Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Leitura:

Após o Santa Cruz suspender suas atividades até o final desse mês, na terça-feira (17), o executivo de futebol do clube coral, Nei Pandolfo, falou em entrevista à Rádio Jornal sobre as orientações passadas aos atletas devido ao surto do coronavírus no Brasil.

"A orientação é que os atletas permaneçam em casa, aguardando uma futura definição em relação ao tempo que devemos ficar parados. Ainda não há uma definição mais longa. Nós temos que aguardar e se resguardar e ficar em casa", disse Pandolfo. A previsão de volta às atividades no Arruda é para o dia 31, mas está sujeito a mudança, dependendo da situação da pandemia.

Segundo o executivo de futebol, alguns atletas que não têm família no Recife solicitaram a ida aos estados onde estão esses familiares. Entre eles, o meia Chiquinho e o goleiro Luiz Fernando não ficarão em Pernambuco durante quarentena. "O Chiquinho foi ver a esposa, que está grávida e próxima do parto, e o Luiz Fernando, que tinha uma ação já agendada para resolver em São Paulo, mesmo antes desses problemas", explicou Pandolfo.

Base coral

A medida foi igual para as categorias de base. Sem definição para o reinício das atividades, os jovens atletas foram liberados para que fiquem com suas famílias em suas casas. "Só quando tivermos solucionado toda essa questão, e a Federação definir quando a base vai voltar jogar, traremos de volta esses garotos", concluiu.

Comentários

Últimas notícias