RETORNO

'Pelo que vi nos treinos físicos, voltamos numa condição boa', diz defensor do Santa Cruz

Para o zagueiro William Alves, a falta de ritmo e de entrosamento podem pesar após esse período de paralisação, mas o defensor prevê o Tricolor bem fisicamente

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 24/06/2020 às 8:46
Notícia
RAFAEL MELO/ SANTA CRUZ
William Alves também comentou sobre o rodízio de jogadores no time titular. - FOTO: RAFAEL MELO/ SANTA CRUZ
Leitura:

Assim como Náutico e Sport, o Santa Cruz voltou aos treinamentos na semana passada após três meses longe dos gramados por conta da pandemia do novo coronavírus. E mesmo com esse período tão distante dos treinos nos campos, o zagueiro William Alves acredita que os atletas da equipe coral voltaram em uma condição boa. Em entrevista ao repórter João Victor Amorim, da Rádio Jornal, o defensor coral também destacou que crê no sistema defensivo do Tricolor voltando bem, mesmo sendo um setor onde os zagueiros têm uma idade avançada em relação aos outros.

"Não vejo por esse lado (de ser o mais afetado). Apesar da idade, eu, Danny e o Célio fizemos bons testes, onde eles medem a capacidade aeróbica dos jogadores quando se reapresentam e a gente estava em um bom nível. Particularmente consegui manter um bom nível de treinamento, já que tava tendo acesso ao Arruda. Tava indo sozinho e consegui manter um nível bom de treino. Não consegui acompanhar os treinos de outros setores, pois a gente está treinando só com os defensores. A gente sofre com o tempo parado, mas pelo nível que eu vi de intensidade nos treinos físicos, a gente voltou numa condição boa. Acho que até a gente ter um jogo, deve ter um intervalo de uns 20 dias. Então acho que a gente vai chegar numa condição boa de fazer um jogo de 90 minutos", disse William Alves.

LEIA MAIS

Zagueiro do Santa Cruz vê como prazo sensato a realização de jogos a partir do dia 15 de julho

> Zagueiro diz que salários atrasados não estão interferindo no elenco do Santa Cruz: 'confiamos na diretoria'

Jogadores do Santa Cruz vislumbram volta das partidas e aprovam sede única

ENTROSAMENTO, CONDIÇÃO FÍSICA E RODÍZIO NO ELENCO

Para o defensor coral, a paralisação causada pela pandemia do novo coronavírus pode afetar o entrosamento e também o ritmo de jogo do Santa Cruz. No entanto, ele destacou que o clube deve voltar bem fisicamente e isso pode ajudar bastante nessa retomada. Com relação ao rodízio no elenco tricolor, William Alves acredita que o processo será igual no início da temporada, onde o técnico Itamar Schulle avaliava jogador por jogador após a realização de cada partida da equipe.

"Talvez a gente sinta um pouco no início a perda de entrosamento e a falta de ritmo de jogo. A gente teve acesso à alguns trabalhos durante essa parada, mas só com trabalho físico. Pulmão a gente vai ter, mas essa facilidade do entrosamento talvez precise de um tempo para sintonizar novamente. Acho que vai ser bem similar ao começo desse ano. Ele (Itamar) vai começar com um time e vai sentir conforme o jogador for reagindo jogo a jogo. Sempre após o jogo tinha um exame de CK para ver o nível que o jogador se encontra e ele sempre conversava individualmente para ver como o jogador tava sentindo. E quando algum jogador falava que tava sentindo algum tipo de dor, ele dava uma segurada e rodava o elenco", disse William Alves.

"No começo da temporada ele me perguntou como eu estava, mas naquele momento eu estava bem e conseguir ter uma sequência boa, onde fui o jogador que mais jogou antes da parada. Acho que ele vai sentir o momento, os testes que serão feitos e a conversa individual com cada jogador para ver como cada um vai reagir. Mas é natural que algumas posições não tenham tanta sequência de jogos e precise de uma rodagem. Então todo mundo tem que estar preparado para dar resposta quando entrar", finalizou o defensor coral.

Mesmo com o retorno dos treinamentos, ainda não se sabe quando a bola vai voltar a rolar aqui em Pernambuco. Na última segunda-feira, em entrevista à Rádio Jornal, o presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro Carvalho, comentou que alguns clubes querem o retorno do Estadual no dia 5 de julho, enquanto outros querem apenas no dia 15 do próximo mês. O mandatário da FPF afirmou que a entidade está buscando um consenso entre as equipes para oficializar a volta da competição. Já a Copa do Nordeste, a única definição é de que retornará em sede única, mas a cidade ainda não foi escolhida e consequentemente também não há data confirmada para o retorno do Nordestão.

Em ambos os campeonatos, falta apenas uma partida para o fim da primeira fase de cada competição. No Campeonato Pernambucano, o Santa Cruz lidera a primeira fase de forma isolada, invicta e, por conta disso, já garantiu vaga direta e antecipada na semifinal do Estadual. No entanto, mesmo classificado, a última rodada da competição tem valor para a equipe coral, já que o duelo será um clássico contra o Sport, onde a equipe coral pode eliminar o rival do mata-mata do Estadual caso empate ou vença o Leão e Central e Afogados ganhem seus jogos.

Na Copa do Nordeste, o Santa Cruz enfrenta o River-PI, que já não tem mais chances de se classificar. Para avançar às quartas de final do Nordestão, o Tricolor precisa vencer e torcer para que Náutico, Ceará ou Vitória não vençam seus respectivos jogos.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias