Regional

Executivo de futebol do Sport aprova volta da Copa do Nordeste no fim de julho

Após retomar treinos no dia 15 de junho, Sport estava preocupado em não ter tempo de realizar um mês de preparação

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 07/07/2020 às 23:05
Notícia
ANDERSON STEVENS/SPORT
Drubscky aprovou a volta da Copa do Nordeste no fim de julho - FOTO: ANDERSON STEVENS/SPORT
Leitura:

Executivo de futebol do Sport, Lucas Drubscky gostou da definição sobre o término da Copa do Nordeste no período de 21 de julho a 4 de agosto, na cidade de Salvador, na Bahia. Em live no Instagram do Blog do Torcedor, ele salientou que o Leão agora vai poder se preparar visando o jogo contra o Confiança, válido pela última rodada da primeira fase do torneio regional. Além disso, o diretor remunerado ainda destacou a importância do Nordestão no calendário do clube em 2020. A fórmula de disputa continua a mesma com quartas de final e semifinais sendo realizadas em únicos jogos e a final sendo disputada em duas partidas.

"O planejamento continua o mesmo. É bom, pois teremos mais duas semanas de treino. A programação já será em cima do jogo. Como eu vinha falando, a Copa do Nordeste é a competição que no início da temporada chama mais atenção. Devido aos adversários e a importância do torneio. Observamos com bons olhos. Sabemos que a nossa situação não está fácil, mas precisamos vencer o Confiança e torcer para outros resultados", afirmou.

LEIA MAIS

Liga satisfeita com data de reinício da Copa do Nordeste

CBF define sede e data de retorno da Copa do Nordeste 2020; confira

'Precisamos definir o mais rápido possível', pede FPF pela volta do futebol em PE

Presidente do Sport comenta suspensão de acordo com Luxemburgo: "Gesto de grandeza dele"

Lucas Drubscky ainda lamentou o fato da Copa do Nordeste não ser disputada em sede única no Recife. A justificativa dele é que a capital de Pernambuco reúne melhores condições para receber mais jogos e delegações de outros clubes. No entanto, a Secretaria de Saúde do Estado confirmou em entrevista coletiva nesta terça-feira que ainda continua proibida a realização de jogos no território pernambucano.

"Vejo como uma boa solução (a escolha de Salvador para sede única), mas queria que fosse em Recife. Isso levando em conta o número de estádios, centros de treinamento, rede hoteleira e situação geográfica. Mas, enfim, vamos para lá e espero voltar só no dia 4 (de agosto) com o título", disse o executivo de futebol do Sport.

Pernambuco

Recife estava na briga para receber a Copa do Nordeste. Porém, a capital de Pernambuco perdeu a disputa devido ao calendário nacional apertado e a indefinição do Estado sobre a liberação dos jogos. Nesse cenário, o campeonato estadual continua sem indefinição para a volta. A Federação deve se reunir nesta semana para discutir o assunto com o Governo.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias