ELEIÇÕES RUBRO-NEGRAS

Com Eduardo Carvalho, chapa Movimento Sport Uma Razão Para Viver registra candidatura para eleições do Sport

A chapa esteve na Ilha do Retiro por volta das 17h para oficializar a candidatura

Carolina Fonsêca
Cadastrado por
Carolina Fonsêca
Publicado em 12/02/2021 às 19:38
DIVULGAÇÃO
O Movimento Sport Uma Razão Para Viver foi a última chapa a registrar a candidatura às eleições, nesta sexta-feira (12). - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

As eleições do Sport terão quatro chapas na disputa pela presidência do clube. Durante esta sexta-feira (12), os representantes estiveram no clube para registrar oficialmente as candidaturas para o pleito que acontece no dia 5 de março. Por volta das 17h, foi a vez do Movimento Sport Uma Razão Para Viver, encabeçado por Eduardo Carvalho, registrar a participação.

Antes deste grupo, registraram-se as chapas Sport de Primeira, Sport na Raça e Juntos Pelo Sport, que têm como candidatos à presidência Fred Domingos, representando a situação, Nelo Campos e Delmiro Gouveia, respectivamente. 

O Movimento Sport Uma Razão Para Viver tem, além de Eduardo Carvalho postulante à presidência, Araci Balbiano, como candidata à vice-presidência. Para a presidência do Conselho Deliberativo a chapa tem Antonio Mario e o vice-presidente Jayme Lielson. 

Junto com Eduardo Carvalho, estiveram presentes na Ilha para o momento do registro Jayme Lielson, Bruno Lacerda, Sileno Lacerda, Ricardo Meneses e o Coronel Ribeiro, nomes que farão parte da gestão, caso seja eleita. Segundo Eduardo, o Movimento conta com 40 conselheiros que faziam para do grupo "Novo Sport". 

Sobre suas expectativas para a eleição, o candidato à presidência exclamou "Vitória!". "Não acredito que a nação rubro-negra insista em votar em qualquer um dos outros três candidatos, que representam, cada um deles, uma fatia de um mesmo grupo, que comanda os destinos do Sport há mais de 60 anos. Que patrocinou o maior escândalo político da história do Sport ao praticarem o golpe do adiamento, e que cometeram a maior injúria contra a família rubro-negra, ao consagrarem uma parceria imoral, permitindo que uma "associação criminosa" voltasse ao dia a dia, da Ilha do Retiro", disse Eduardo.

Comentários

Últimas notícias