paixão nacional

Você entende de cerveja? Sommelier explica a diferença entre seis estilos da bebida

Pilsen, India, American, Witbier são alguns dos quase 140 estilos de cervejas

Marília Banholzer
Marília Banholzer
Publicado em 30/06/2021 às 22:54
Notícia
Foto: Unsplash
O brasileiro gasta o equivalente a 16% do salário-mínimo com a "loirinha’. Mas tem gente gasta mais. - FOTO: Foto: Unsplash
Leitura:

Enquanto bares e restaurantes fecham em todo País por causa da crise gerada pela pandemia da covid-19, o mercado de cervejarias vive um momento de aquecimento dos negócios. De acordo com dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o Brasil tem hoje 1.383 cervejarias registradas, com crescimento de 14% no comparativo de 2019 para 2020. O mercado dobrou de tamanho desde 2017.

Após a abertura da primeira cervejaria do Acre, em 2020, o País alcançou pela primeira vez a marca de ter uma "fábrica de cerveja" em todas as Unidades da Federação. Embora a maior concentração desse tipo de empresa esta nas regiões Sul/Sudeste, que abarca 85,6% da produção, houve um crescimento de 41,4% desse tipo de negócio no Nordeste. Em Pernambuco, porém, foi registrada um redução de 12,5%.

Já informações divulgadas pela Euromonitor indicam que o ano de 2020 terminou com um total de 13,3 bilhões de litros de cerveja vendidos, com um total de 68,6% dos brasileiros consumindo a bebida em suas casas.

Então, já que a cerveja é paixão nacional e isso não mudou nem durante a pandemia, o sommelier de cervejas Carlos Lima, do TapTap Bar, explica como ler os rótulos e diferença de cada estilo para o consumidor escolher qual a cerveja ideal para cada momento.

Entre as informações estão o tipo de fermentação (Ale ou Lager), IBU (International Bitterness Unit que é a unidade de amargor, quanto maior o número maior será a percepção do amargor do lúpulo), graduação alcoólica, temperatura ideal, dicas de harmonização e estilo.

Em relação ao estilo, existem guias que descrevem aproximadamente 140 estilos diferentes. “O grande barato de termos tantos estilos é ir experimentando e escolhendo qual você mais gosta, sejam mais ou menos alcoólica, tendo frutas ou especiarias misturadas etc.“ completa Carlos Lima.

JC IMAGEM
Cervejas ranking - arte para web - JC IMAGEM

Saiba diferencias os principais estilos de cerveja no Brasil:

PILSEN: é uma opção mais fácil de beber e também a mais tradicional, pertencente à família das lagers. Normalmente tem um sabor suave e com amargor baixo, uma cor bem dourada e translúcida. Combina com nuts como amendoim, amêndoas, castanha de caju.

WITBIER: essa cerveja belga é elaborada com trigo, cascas de laranja e coentro tradicionalmente. São muito refrescantes e com uma coloração clara, mas por não ser filtrada seu liquido é ligeiramente turvo. Como é muito refrescante, aproveite essa opção em dias quentes com frutos do mar, por exemplo.

AMERICAN PALE ALE: é feita tradicionalmente somente com lúpulos americanos, uma adaptação das antigas english pale ale. É mais amarga que a versão inglesa e mais alcoólica com aromas cítricos e um leve dulçor. Pode ser uma boa parceira para acompanhar um hambúrguer.

INDIA PALE ALE (IPA): esse estilo ganhou muita popularidade nos últimos tempos. Tem como características um amargor mais acentuado, aromas predominantemente cítricos e frutados provenientes dos lúpulos ingleses ou americanos em sua versão American IPA. Sua graduação alcoólica está entre 5,5% e 7,5%. Combina muito bem com churrasco e carnes em geral.

STOUT: é uma opção com uma cor bem escura, com sabor forte de café, chocolate e tostado. Isso por conta maltes tostados, usados em sua maioria nas stouts. Pode ser harmonizada nos dias mais frios, com uma fondue de chocolate.

PORTER: é a favorita dos irlandeses. Também possui uma coloração escura com reflexos rubi, vinda da torra do malte. Possui um leve amargor e aromas que lembram chocolate. É perfeita para os dias frios.

JC IMAGEM
Cervejas ranking - arte para web - JC IMAGEM

Comentários

Últimas notícias