DÓLAR

Diferença entre o dólar turismo e o dólar comercial faz com que você pague mais quando viaja

As cotações do dólar tiveram alta em função de preocupações com o coronavírus e da crise do petróleo

Manuela Figuerêdo
Manuela Figuerêdo
Publicado em 09/03/2020 às 12:04
Notícia
GUGA MATOS/ACERVO JC IMAGEM
Aumenta a procura por dólar em espécie na cidade do Recife. - GUGA MATOS/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

Em decorrência das preocupações com o coronavírus e a crise no preço do petróleo, a bolsa de valores tem sido afetada, caindo mais de 10% na manhã desta segunda-feira (9). O dólar comercial subiu, atingindo a casa de R$ 4,79. Já o dólar turismo, foi para R$ 4,95, chegando a um valor muito próximo a R$ 5.

Acompanhar o preço do dólar é um dos fatores que ajudam a regular as operações comerciais do nosso país com o resto do mundo e por isso, as cotações são divulgadas constantemente. O dólar estadunidense é uma referência monetária global, ou seja, é aceita na grande maioria dos países do mundo para câmbio e até no comércio. O valor do dólar é importante para quem viaja para fora do país, por exemplo, assim como é importante para transações internas entre empresas. Entretanto, em cada ocasião, é usado um dólar diferente. Por isso, é importante entender qual diferença entre o dólar comercial e o dólar turismo.

Dólar comercial

O dólar comercial diz respeito a transações comerciais, como por exemplo, a compra e venda de mercadorias e serviços entre empresas. Segundo a regulamentação do BC, pessoas físicas não podem comprar dólar comercial. Ele é utilizado para balizar as grandes movimentações de importação e exportação das empresas brasileiras e também é a cotação considerada nas ações do governo no exterior, como empréstimos (registrados no Banco Central) de brasileiros residentes em outros países.

O valor é negociado entre bancos e empresas, mas o Banco Central brasileiro impõe um certo controle para não deixar que suba demais o preço - o que descontrola as importações e desvaloriza o real -, ou que o câmbio desça demais, o que afeta diretamente as exportações. Ele costuma ser mais barato pelo volume das transações. Como empresas movimentam grandes quantias, o preço do dólar comercial fica menor.

Dolar turismo

O dólar turismo é a cotação para pessoas físicas que usarão a moeda durante uma viagem ao exterior ou para comprar produtos e serviços como cursos, passagens aéreas e itens em sites interacionais.

A cotação é baseada no custo da moeda comercial, com o acréscimo do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) praticado pelo Governo, além dos custos logísticos e operacionais que a transação da moeda exige para chegar até o cliente ou destino. A moeda costuma ser mais alta porque no geral, as casas que de câmbio que vendem dólares para o consumidor já tiveram que comprar a moeda em outras transações. Ao revenderem a moeda, elas precisam ganhar o suficiente para compensar: cobrir custos, pagar taxas relacionadas às transações de compra e venda de moeda e obter lucro.

Duas palavras bem importantes para as pessoas físicas entenderem esse universo de moedas são os termos “compra” e “venda”. É comum que os turistas pensem que o valor do dólar para compra é o valor que ela pagará na hora de comprar a moeda. Para que exista uma padronização, os valores são sempre utilizados do ponto de vista da corretora de câmbio. Ou seja, é preciso se basear em qual será o preço que é vendido o dólar pela casa de câmbio (Qual é o preço de venda do dólar americano?) e qual o preço que será comprado pela casa de câmbio caso o turista queira vendê-la para a corretora (Qual é o preço que a casa de câmbio compra a moeda?).

Comentários

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias