Pandemia

Angela Merkel está em quarentena após contato com médico infectado por coronavírus

Comunicado foi feito por um porta-voz alemão neste domingo (22)

AFP
AFP
Publicado em 22/03/2020 às 16:23
Notícia
Foto: AFP / JOHN MACDOUGALL
Angela Merkel "decidiu se colocar em quarentena" em sua casa - FOTO: Foto: AFP / JOHN MACDOUGALL
Leitura:

A chanceler Federal da Alemanha Angela Merkel esteve em contato com um médico que testou positivo para o coronavírus na sexta-feira (20) e "decidiu se colocar em quarentena" em sua casa, anunciou o porta-voz do governo alemão neste domingo (22).

A chanceler "vai se submeter a um teste nos próximos dias" para descobrir se está infectada, disse Steffen Seibert em comunicado, acrescentando que a chefe de Governo "continuará com suas atividades oficiais durante a quarentena de sua casa" em Berlim.

Medidas de prevenção na Alemanha

Na segunda-feira (16) Angela Merkel pediu que a população alemã renuncie às férias no país ou em possíveis viagens ao exterior, como forma de frear a propagação do novo coronavírus.

"Nenhuma viagem de férias deve ser realizada dentro do país ou para o exterior", solicitou a chefe de governo durante uma coletiva de imprensa, aos alemães que rotineiramente viajam para fora do país, principalmente para a Espanha.

>> China zera transmissão local do coronavírus, mas registra 34 casos 'importados'

O apelo de Merkel se soma ao do presidente alemão Frank-Walter Steinmeier, que ocupa a posição mais alta do Estado, que pouco antes havia pedido à população que "ficasse em casa" e evitasse contatos próximos.

"Fique em casa! Evite contato próximo!", disse aos alemães em uma mensagem de vídeo em seu site. Essas medidas "são necessárias", acrescentou Steinmeier, já que os parques, as varandas dos cafés, principalmente em Berlim, estavam lotados durante o final de semana e nesta segunda-feira devido à aproximação da primavera e ao retorno do sol.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95. Confira o mapa de casos:

Comentários

Últimas notícias