PANDEMIA

Ainda não é possível saber se haverá vacina eficiente para o coronavírus, diz OMS

A OMS informou que há 17 vacinas para covid-19 em alguma etapa das fases de testes clínicos neste momento

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 02/07/2020 às 15:49
Notícia
AFP
Somente cerca de 10% dos ensaios clínicos foram bem-sucedidos e alguns cientistas temem que Moscou esteja colocando o prestígio nacional à frente da segurança - FOTO: AFP
Leitura:

Líder de equipe para Implementação de Pesquisas da Organização Mundial de Saúde (OMS), Ana Maria Henao Restrepo afirmou que ainda não é possível saber se haverá vacina eficiente para a covid-19. Segundo ela, porém, várias candidatas têm avançado nas etapas previstas nessa busca. "Nos sentimos encorajados com o progresso das vacinas, mas aguardamos mais resultados", disse Restrepo, durante entrevista coletiva da entidade.

>> Brasil deve adotar estratégia abrangente contra covid-19, diz OMS

>> "Não podemos baixar a guarda" diz OMS sobre novo vírus achado em porcos na China

>> Dexametasona a pacientes graves da covid-19 'salva vidas', diz OMS

A autoridade da OMS informou que há 17 vacinas para covid-19 em alguma etapa das fases de testes clínicos (1, 2 ou 3), neste momento, com expectativa de que nas próximas semanas esse número aumente.

Restrepo comentou que uma das candidatas, da Universidade Oxford, está avançando agora para a fase 3 de testes, enquanto outras cinco delas estão na fase 2.

Hidroxicloroquina não teve resultados positivos desejados

Na mesma coletiva, Ana Maria Henao Restrepo comentou sobre os testes em andamento de medicamentos para a covid-19. Ela lembrou que a hidroxicloroquina foi testada no estudo comandado pela OMS, mas "infelizmente, não teve os resultados positivos que gostaríamos" contra essa enfermidade.

Comentários

Últimas notícias