coronavírus

CEO da Pfizer diz que pode alterar vacina para que seja eficaz contra variantes

'Assim que descobrirmos algo que não é tão eficaz, seremos muito, muito rapidamente capazes de produzir uma dose de reforço que será uma pequena variação da vacina atual', disse ele

Estadão Conteúdo
Cadastrado por
Estadão Conteúdo
Publicado em 26/01/2021 às 16:24 | Atualizado em 26/01/2021 às 16:24
THOMAS KIENZLE/AFP
PFIZER Empresa já tem acordo para entregar 100 milhões de imunizantes ao País e pode dobrar encomenda - FOTO: THOMAS KIENZLE/AFP
Leitura:
O CEO da Pfizer, Albert Bourla, afirmou nesta terça-feira, 26, que a farmacêutica pode modificar a composição da vacina que desenvolve em conjunto com a BioNTech para que ela seja eficaz contra novas variantes do coronavírus. Durante evento organizado pela Bloomberg, o executivo explicou que a farmacêutica testará o imunizante todas as vezes que surgirem novas cepas.
"Assim que descobrirmos algo que não é tão eficaz, seremos muito, muito rapidamente capazes de produzir uma dose de reforço que será uma pequena variação da vacina atual", explicou.
Nos últimos meses, variantes do sars-cov-2 identificadas no Reino Unido, na África do Sul e no Brasil se espalharam pelo mundo e causaram novas ondas de infecções em vários países. Cientista-chefe do governo britânico, Chris Whitty disse hoje que a recente disparada na quantidade de casos na nação insular europeia é resultado dessa mutações. "Será muito mais difícil conter essas variantes", afirmou.
 

Últimas notícias