Internacional

Boris Johnson discute Afeganistão com Merkel e pede respeito aos direitos humanos

Os dois líderes se mostraram dispostos a usar sua influência para encorajar parceiros internacionais a adotarem uma abordagem conjunta aos desafios para o país, diz o comunicado do governo britânico

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 17/08/2021 às 9:14
Notícia
AFP
Talibã assumiu o poder no Afeganistão - FOTO: AFP
Leitura:
O governo do Reino Unido informa, em comunicado nesta terça-feira (17) que o primeiro-ministro Boris Johnson conversou com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel. No telefonema, a dupla coincidiu sobre a importância da cooperação global, tanto na "necessidade urgente" de retirar estrangeiros "e outros" do Afeganistão, bem como na importância de mais longo prazo de se evitar uma crise humanitária no país e na região. Com a retirada de tropas dos Estados Unidos, o Talibã voltou ao poder.
Os dois líderes se mostraram dispostos a usar sua influência para encorajar parceiros internacionais a adotarem uma abordagem conjunta aos desafios para o país, diz o comunicado do governo britânico. "O primeiro-ministro também ressaltou a necessidade de concordar sobre padrões internacionais compartilhados sobre direitos humanos que qualquer governo futuro do Taleban no Afeganistão terá de manter frente à comunidade internacional", aponta o texto.
Johnson ainda disse que pretende convocar líderes do G-7 a um encontro virtual para discutir a questão "na primeira oportunidade".
 

Últimas notícias