segundo turno

Le Pen critica Macron por ignorar o "muro da inflação"

Macron, centrista liberal, e Le Pen disputarão o segundo turno da eleição presidencial francesa em 24 de abril

Ana Maria Miranda
Ana Maria Miranda
Publicado em 13/04/2022 às 8:30
EMMANUEL DUNAND / AFP
"Estamos diante de um muro de inflação que está chegando" e que afetará indivíduos e empresas, disse Le Pen - FOTO: EMMANUEL DUNAND / AFP
Leitura:

Da AFP

A candidata do partido Reagrupamento Nacional (RN, extrema-direita) à eleição presidencial francesa, Marine Le Pen, afirmou nesta quarta-feira que o governo e o presidente, o também candidato Emmanuel Macron, "ignoram" o "muro da inflação" que o país vai enfrentar.

"Vamos assistir um grande aumento dos preços e ninguém quer falar sobre isso, há uma forma de negação por parte do governo. Fico surpresa que o presidente da República não fale sobre esta inflação e as medidas que contempla adotar para enfrentá-la", disse Le Pen, durante uma visita a uma empresa nas proximidades de Paris.

Macron, centrista liberal, e Le Pen disputarão o segundo turno da eleição presidencial francesa em 24 de abril, depois que foram os mais votados no primeiro turno do domingo passado.

"Estamos diante de um muro de inflação que está chegando" e que afetará indivíduos e empresas, acrescentou Le Pen.

"Gás, combustível: o aumento dos preços tem consequências catastróficas para o tecido econômico (...) apresento este elemento porque acredito que deve ser considerado quando se fala em geopolítica, assuntos internacionais", acrescentou Le Pen, em referência às sanções contra a Rússia, que está em guerra contra a Ucrânia, apoiadas pela França.

Últimas notícias