pedidos de filiação

Erdogan volta a dizer que Turquia vetará adesão de Finlândia e Suécia à Otan

Numa conversa com um grupo de jovens turcos, Erdogan acusou ambos os países - em especial, a Suécia - de "abrigarem o terror"

Ana Maria Miranda
Cadastrado por
Ana Maria Miranda
Publicado em 19/05/2022 às 12:18
Foto: ADEM ALTAN / AFP
Erdogan reagiu assim às declarações da chanceler alemã Angela Merkel e de seu adversário Martin Schulz no debate televisivo - FOTO: Foto: ADEM ALTAN / AFP
Leitura:
Do Estadão Conteúdo
 
O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, reiterou sua oposição à adesão de Finlândia e Suécia à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), ao dizer que o governo turco dirá "não" aos pedidos de filiação dos dois países.
Numa conversa com um grupo de jovens turcos, Erdogan acusou ambos os países - em especial, a Suécia - de "abrigarem o terror". Um vídeo da conversa foi divulgado nesta quinta-feira, 19.
 
A objeção de Erdogan está relacionada ao suposto apoio de suecos e finlandeses a militantes turcos, inclusive do banido Partido dos Trabalhadores do Curdistão, conhecido como PKK.
 
A aprovação da Turquia é crucial porque as decisões da Otan dependem de consenso. Cada um dos 30 integrantes da aliança tem direito de vetar novos candidatos à adesão. Fonte: Associated Press.
 

Últimas notícias