produtividade

TJPE está entre os 10 tribunais mais produtivos do País durante trabalho remoto

O TJPE ficou em 4º lugar entre os tribunais de médio porte e em 9º entre todos os tribunais do País

JC
JC
Publicado em 11/05/2020 às 16:17
Notícia
Foto: Divulgação
TJPE - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) está entre os 10 Tribunais mais produtivos do País desde que passou a funcionar remotamente em virtude da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Somente no mês de abril foram registrados 212.532 atos praticados pelo Judiciário pernambucano, entre decisões, sentenças, acórdãos e despachos.

» Devido ao coronavírus, Grande Recife distribui máscaras de tecido aos usuários do transporte público nesta segunda-feira (11)

O TJPE suspendeu a realização de audiências, sessões e plenários, em 16 de março, e o trabalho presencial, em 18 de março. Desde então, foram praticados mais de 360 mil atos. De acordo com dados da Coordenadoria de Planejamento Estratégico do Tribunal (Coplan), com a produtividade, o TJPE ficou em 4º lugar entre os tribunais de médio porte e em 9º entre todos os tribunais do País.

» Terceira etapa da vacinação contra a gripe comum tem início nesta segunda-feira (11) no Recife

O presidente do TJPE, desembargador Fernando Cerqueira, afirmou que os números são resultado de muito empenho e compromisso dos magistrados e servidores do Tribunal, em busca de um melhor atendimento à população.

“Muitos dos nossos servidores e magistrados estão trabalhando em condições adversas, sem um espaço adequado para o trabalho, precisando cuidar de filhos, parentes e ainda tendo que lidar com questões emocionais, por conta da ansiedade diante de tudo que estamos vivendo. E ver todo esse esforço refletido em números é motivo de muito orgulho e nos dá energia para continuar”.

Cerqueira ainda pontuou os avanços tecnológicos da Justiça durante a pandemia. “Para nos adaptar às necessidades do momento e manter os serviços da Justiça funcionando, precisamos mudar. Em pouco tempo, o Judiciário passou a funcionar todo de forma remota. Nossas audiências e sessões agora ocorrem por videoconferência e criamos um aplicativo para atendimento das partes”.

» Coronavírus: associação vai à Justiça para retirar motoristas de aplicativo de rodízio em Pernambuco

O funcionamento remoto foi adotado pelo TJPE seguindo as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e dos órgãos nacionais e estaduais voltadas à prevenção do coronavírus (covid-19), como forma de preservar a saúde de magistrados, servidores e da população que utiliza os serviços da Justiça, com o objetivo de diminuir a propagação do coronavírus.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias