SOLIDARIEDADE

Alimentos que matam a fome e renovam a esperança em tempos de coronavírus

Por meio de doações da campanha Atitude Cidadã - Está em nossas mãos, do SJJC, a Turma do Flau, entidade de Brasília Teimosa, no Recife, comprou cestas básicas para famílias carentes

JC
JC
Publicado em 20/05/2020 às 11:11
Notícia
Divulgação
Famílias carentes estão recebendo cestas básicas compradas pela Turma do Flau, instituição que funciona em Brasília Teimosa. Parte dos recursos foi doação da campanha do SJCC - FOTO: Divulgação
Leitura:

Auxiliar de serviços gerais, Zuleide Lima, 49 anos, teve o contrato da empresa em que trabalha suspenso. O marido é músico autônomo. Por causa da pandemia do novo coronavírus, está sem renda. Eles receberam uma cesta básica da Turma do Flau, organização da sociedade civil que atua em Brasília Teimosa, Zona Sul do Recife. A ajuda tem sido imprescindível para 68 famílias carentes do bairro. A instituição é uma das 58 que integram a campanha Atitude Cidadã – Está em nossas mãos, do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC), em parceria com o Instituto JCPM de Compromisso Social (IJCPM). O objetivo é estimular doações para entidades, projetos e unidades de saúde que atendem pessoas afetadas direta ou indiretamente pela covid-19.

“A situação está séria. Estamos sem condições de comprar alimentos e por isso toda ajuda é bem-vinda”, diz Zuleide. Com o casal moram dois filhos dela, uma adolescente e um rapaz. “O trabalho que a Turma do Flau realiza é muito importante. Meus quatro filhos, todos adultos, tiveram aulas lá. A mais nova, que tem 14 anos, tem reforço, aula de informática e de dança. Almoça lá mesmo e vai direto pra escola. As mães que precisam trabalhar, como eu, podem ficar tranquilas. É uma pena porque, com o coronavírus, as atividades estão suspensas”, diz Zuleide Lima.

A Turma do Flau existe há 38 anos. Oferece atividades de educação e cultura para 75 crianças e adolescentes no contraturno escolar. “Com a pandemia, paramos de receber os alunos no dia 16 de março. Passamos a ajudar as famílias. Ajudamos os mais pobres entre os pobres. São famílias em situação de muita vulnerabilidade social”, explica a secretária da Turma do Flau, Denise de Sousa. Com o dinheiro arrecadado até agora, de pessoas que contribuíram com a campanha do SJCC, ela comprou 32 cestas básicas.

“Estamos combatendo a fome nesta pandemia e alimentando a esperança de que dias melhores virão. Diante da situação que vivemos hoje, percebemos que é importante investir na alimentação para evitar um gasto com medicamentos e contribuir assim para a imunidade das pessoas”, destaca. Muitos membros das famílias beneficiadas pela Turma do Flau são oriundos do sistema carcerário, diz Denise, o que dificulta ainda mais a situação, pela falta de oportunidades.

SERTÃO

Em Petrolina, no Sertão do Estado, a Rádio Jornal entregou ontem 300 cestas básicas para a Fundação Lar Feliz, que atende crianças na vizinha cidade de Juazeiro (BA). A doação para a campanha do SJCC foi feita pela empresa Central de Adubos. “Essas cestas vão saciar a fome de 300 famílias. Nesse momento de tantas dificuldades, as pessoas que têm condições e generosidade devem ajudar a aliviar as dificuldades dos mais carentes”, comenta a diretora da fundação, Maria da Ressurreição Barbosa.

Doações em dinheiro podem ser feitas no site do RioMar (www.vivariomarrecife.com.br), com repasse por meio de cartão de crédito. Outro meio de participar da campanha é fazer a doação diretamente às instituições. Ou entregar os produtos nas sedes da Rádio Jornal, no Recife ou no interior, como fez a Central de Adubos em Petrolina.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias