COVID-19

IJCPM instala pontos de coleta de máscaras em comunidades

Ao todo, são oito pontos de coleta de máscaras, distribuídos no Pina e em Brasília Teimosa

Amanda Rainheri
Amanda Rainheri
Publicado em 25/05/2020 às 16:41
Day Santos/JC imagem
Pontos estão localizados nos mercadinhos das comunidades, além do próprio IJCPM - FOTO: Day Santos/JC imagem
Leitura:

Obrigatório por decreto em Pernambuco para evitar a disseminação do novo coronavírus (covid-19), o uso de máscaras exige atenção. Isso porque de equipamento de proteção, elas podem passar a potenciais transmissores da doença, se utilizadas e descartadas da maneira incorreta. Pensando no descarte dos materiais possivelmente contaminados, o Instituto JCPM de Compromisso Social (IJCPM) instalou pontos de coleta de materiais nas comunidades atendidas na Zona Sul da capital. 

>> IJCPM distribui cartões-alimentação para jovens da Zona Sul da capital

>> Campanha Atitude Cidadã realiza entrega de cestas básicas a famílias de Brasília Teimosa, no Recife

>> Acompanhe as últimas notícias sobre o novo coronavírus

Ao todo, são oito pontos de coleta, com coletores biológicos distribuídos nos bairros do Pina e Brasília Teimosa. As estruturas estão localizadas nos mercadinhos das comunidades, além de um ponto no próprio IJCPM, que fica no RioMar, e no empresarial JCPM Trade Center, no Pina. Os locais terão coletas periódicas, com toda proteção, tanto para quem deposita quanto para quem fará a retirada dos itens.

A iniciativa contou com a parceria dos pequenos empresários e das próprias comunidades para a instalação dos coletores em locais de fácil acesso e de trânsito de pessoas. 

"Essa dinâmica nasceu porque o IJCPM criou várias ações de combate ao coronavírus, e uma delas foi disponibilizar máscaras para a população, que precisarão ser descartadas algum dia de maneira correta. Muitas vezes, por falta de conhecimento ou orientação, elas acabam sendo descartadas no chão ou em espaços de movimentação. É algo que o poder público precisa estar atento, para minimizar os impactos ", alerta o gerente de desenvolvimento socioambiental do Grupo JCPM, Sergio Maffioletti. 

As bombonas coletoras são de Polímero Plástico (PEAD) de alta resistência, com uso exclusivo para resíduos de saúde contaminados. Uma empresa especializada, a Brascon, além de instalar as bombonas, faz a coleta e, em seguida, realiza o tratamento térmico (incineração) de todo o material. 

 

Day Santos/JC imagem
Pontos estão localizados nos mercadinhos das comunidades, além do próprio IJCPM - Day Santos/JC imagem
Day Santos/JC imagem
Pontos estão localizados nos mercadinhos das comunidades, além do próprio IJCPM - Day Santos/JC imagem
Day Santos/JC imagem
Pontos estão localizados nos mercadinhos das comunidades, além do próprio IJCPM - Day Santos/JC imagem
Day Santos/JC imagem
Pontos estão localizados nos mercadinhos das comunidades, além do próprio IJCPM - Day Santos/JC imagem
Day Santos/JC imagem
Pontos estão localizados nos mercadinhos das comunidades, além do próprio IJCPM - Day Santos/JC imagem
Day Santos/JC imagem
Pontos estão localizados nos mercadinhos das comunidades, além do próprio IJCPM - Day Santos/JC imagem
Day Santos/JC imagem
Pontos estão localizados nos mercadinhos das comunidades, além do próprio IJCPM - Day Santos/JC imagem
Day Santos/JC imagem
Pontos estão localizados nos mercadinhos das comunidades, além do próprio IJCPM - Day Santos/JC imagem
Day Santos/JC imagem
Pontos estão localizados nos mercadinhos das comunidades, além do próprio IJCPM - Day Santos/JC imagem
Day Santos/JC imagem
Pontos estão localizados nos mercadinhos das comunidades, além do próprio IJCPM - Day Santos/JC imagem

Atuação na pandemia

Desde o início da pandemia, o Grupo JCPM, através do Instituto JCPM, tem atuado nas comunidades para amenizar os efeitos do coronavírus na população. Doação de cestas básicas, máscaras, incentivos à pesquisa, doação de respiradores, apoio financeiro para reconstrução de hospitais, além de disponibilizar os shoppings para campanhas como as de vacinação são algumas das iniciativas realizadas e que somam R$ 2,05 milhões, além dos R$ 12 milhões já aplicados anualmente em ações sociais do IJCPM e da Fundação Pedro Paes Mendonça, na Serra do Machado, interior de Sergipe.

Comentários

Últimas notícias