Ato

Veja imagens do protesto que pede justiça por Miguel, menino que morreu ao cair de prédio no Recife

Com faixas e cartazes, integrantes de movimentos sociais, familiares e amigos de Miguel clamam por justiça.

JC
JC
Publicado em 05/06/2020 às 15:47
Notícia
FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
Nesta sexta-feira (4) integrantes de movimentos sociais, familiares e amigos protestaram por justiça para Miguel Otávio, que morreu na última segunda-feira (2) após cair de uma altura de 35 metros. - FOTO: FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
Leitura:

Miguel Otávio deixou tristeza, revolta e um apelo por justiça. Na última terça-feira (2), o menino, de apenas cinco anos, morreu após cair de uma altura de 35 metrôs. Sua mãe, Mirtes Renata, trabalhava como empregada doméstica em um apartamento do condomínio de luxo do bairro de São José, área central do Recife, conhecido como Torres Gêmeas. Ela deixou a criança sobre os cuidados da empregadora, que permitiu que o garoto subisse sozinho no elevador antes de cair do 9º andar do edifício. 

Nesta sexta-feira (5), integrantes de movimentos sociais, familiares e amigos do menino se reuniram para pedir por justiça. O movimento começou em frente ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), no bairro de Santo Antônio, também na área central da capital pernambucana. Por volta das 14h, o grupo saiu em direção às Torres Gêmeas, como é conhecido o Condomínio Píer Maurício de Nassau, onde Miguel caiu. Veja as fotos: 

>> Entre dor e revolta, movimentos sociais se unem a familiares de Miguel para protestar no Centro do Recife

FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
Veja todas as fotos do ato que pede por justiça pela vida de Miguel - FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
Miguel Otávio morreu na última terça-feira (2) após cair de um prédio luxuoso na aérea central do Recife. - FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
Miguel Otávio morreu na última terça-feira (2) após cair de um prédio luxuoso na aérea central do Recife. - FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
Miguel Otávio morreu na última terça-feira (2) após cair de um prédio luxuoso na aérea central do Recife. - FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
Miguel Otávio morreu na última terça-feira (2) após cair de um prédio luxuoso na aérea central do Recife. - FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
FELIPE RIBEIRO/ JC IMAGEM
Nesta sexta-feira (4) integrantes de movimentos sociais, familiares e amigos protestaram por justiça para Miguel Otávio, que morreu na última terça--feira (2) após cair de uma altura de 35 metros. - FELIPE RIBEIRO/ JC IMAGEM
FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
Miguel Otávio morreu na última terça-feira (2) após cair de um prédio luxuoso na aérea central do Recife. - FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
Miguel Otávio morreu na última terça-feira (2) após cair de um prédio luxuoso na aérea central do Recife. - FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
Miguel Otávio morreu na última terça-feira (2) após cair de um prédio luxuoso na aérea central do Recife. - FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
Nesta sexta-feira (4) integrantes de movimentos sociais, familiares e amigos protestaram por justiça para Miguel Otávio, que morreu na última terça--feira (2) após cair de uma altura de 35 metros. - FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
FELIPE RIBEIRO/  JC IMAGEM
Nesta sexta-feira (4) integrantes de movimentos sociais, familiares e amigos protestaram por justiça para Miguel Otávio, que morreu na última terça-feira (2) após cair de uma altura de 35 metros. - FELIPE RIBEIRO/ JC IMAGEM
FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
Nesta sexta-feira (4) integrantes de movimentos sociais, familiares e amigos protestaram por justiça para Miguel Otávio, que morreu na última terça--feira (2) após cair de uma altura de 35 metros. - FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM
Nesta sexta-feira (4) integrantes de movimentos sociais, familiares e amigos protestaram por justiça para Miguel Otávio, que morreu na última terça--feira (2) após cair de uma altura de 35 metros. - FELIPE RIBEIRO / JC IMAGEM

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias