Transporte público

Em dia de mais setores abertos, frota de ônibus no Grande Recife é de 54%, e distanciamento não é respeitado

Nesta quarta-feira (10) acontece a reabertura de clínicas e consultórios médicos, odontológicos e veterinários, óticas, clínicas de fisioterapia e de psicologia; apesar disso, o transporte público da RMR continua sem receber reforço nas frotas

JC
Cadastrado por
JC
Publicado em 10/06/2020 às 8:55 | Atualizado em 10/06/2020 às 9:27
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - FOTO: BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Leitura:

Com informações da Rádio Jornal. 

Com mais uma etapa da retomada das atividades econômicas em Pernambuco nesta quarta-feira (10), o transporte público da Região Metropolitana do Recife (RMR) continua sem receber reforço nas frotas, e, por conta disso, em algumas linhas da cidade, o grande número de passageiros somados à poucos veículos têm provocado aglomerações, grandes filas e desrespeito ao decreto de distanciamento mínimo de 1,5 metros entre as pessoas.

>>Transporte público não acompanha retomada das atividades econômicas no Grande Recife

>>Transporte público sem ampliação de serviço para retomada das atividades econômicas nesta quarta

Por volta das 6h, a equipe do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC) esteve no Terminal Integrado de Afogados, localizado na Zona Oeste do Recife, onde a movimentação era visivelmente menor do que em dias normais, o que não significou falta de filas e agrupamentos de pessoas em curtos espaços. De acordo com passageiros, mesmo que eles tentem manter a distância mínima indicada pelos órgãos de saúde, não conseguem, pois as filas sempre estão muito cheias e todos querem embarcar nos veículos o quanto antes.

Fiscais, todos munidos de equipamentos de proteção individual (EPI's), orientavam o embarque dos passageiros nos ônibus, onde a maioria saía apenas com passageiros sentados. Apesar disso, houve o registro de um ônibus com pessoas em pé, que se recusaram a descer do veículo, e mesmo assim, descumprindo o decreto estadual, foi liberada a saída do transporte.

Veja fotos desta movimentação no Terminal de Afogados:

BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Movimentação no Terminal de Afogados, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (10) - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM

Já no Terminal Integrado do Barro, também na Zona Oeste da cidade, a movimentação de pessoas era tranquila, comparado ao que se registrava antes da pandemia. Nas filas, o desrespeito ao distanciamento social também foi observado, e, mesmo sem o registro de ônibus saindo com passageiros em pé, alguns usuários do transporte público relataram que os veículos até saem com o quantitativo ideal de pessoas, mas é durante o percurso que a situação aperta e o ônibus lota. 

Apenas 54% da frota dos ônibus está em operação no Grande Recife. Para tentar suprir a necessidade, existe uma estocagem extra de 120 ônibus nos terminais de Joana Bezerra, Tancredo Neves, Macaxeira, Caxangá, Aeroporto, Jaboatão, Barro, TIP, Cajueiro Seco, Xambá, PE-15, Camaragibe, Pelópidas Silveira, Igarassu, Abreu e Lima e Cabo.

Expectativa de ampliação

Somente na segunda-feira (15), quando é prevista a retomada do comércio, deve acontecer a ampliação das frotas de ônibus em funcionamento. De acordo com Marcelo Bruto, secretário de Desenvolvimento Urbano de Pernambuco, que responde pela gestão do transporte por ônibus no Grande Recife, na última segunda (8), quando houve a retomada da construção civil, houve um aumento de apenas 10% na demanda, com pouco mais de 400 mil passageiros ao longo do dia, o que não representa nem metade dos passageiros que utilizavam o transporte antes da pandemia. "Houve um aumento, mas ainda está muito longe do que transportávamos (2 milhões/dia). Tivemos problemas pontuais em algumas linhas, mas nada que a frota disponibilizada não atendesse.”, explicou. 

Etapas da reabertura econômica

A primeira etapa de reabertura econômica aconteceu na primeira segunda-feira (1) deste mês, onde a operação de lojas físicas de material de construção e o funcionamento, exclusivamente por delivery, do comércio não essencial foi liberado. Na última segunda (8), houve a retomada dos trabalhos da construção civil.

Já nesta quarta-feira (10), acontece a retomada de diversos serviços de saúde. Clínicas e consultórios médicos, odontológicos e veterinários, óticas, clínicas de fisioterapia e de psicologia, retornam às suas atividades. 

Em 15 de junho acontecerá a reabertura gradual do varejo para lojas de até 200 metros quadrados. Serviços de venda, locação e vistoria de veículos também voltarão a funcionar na mesma data, assim como salões de beleza e serviços de estética.


Comentários

Últimas notícias