SÃO JOÃO

Igrejas da Arquidiocese de Olinda e Recife promovem arraiais virtuais

A festa será transmitida no Youtube

JC
JC
Publicado em 22/06/2020 às 19:22
Notícia
Sergio Bernardo/JC Imagem
No próximo dia 27, as igrejas celebrarão a vigília da solenidade de São Pedro e São Paulo com número reduzido de fiéis (30% da capacidade do templo), conforme orientação do arcebispo dom Fernando Saburido - FOTO: Sergio Bernardo/JC Imagem
Leitura:

O São João deste ano não vai acontecer da forma tradicional em Pernambuco. A pandemia do novo coronavírus fez com que as festas fossem adaptadas para o mundo virtual já que aglomerações estão proibidas e brincar o São João só se for em casa. Com isso, as igrejas da Arquidiocese de Olinda e Recife promoverão arraiais virtuais e levarão o espírito junino para dentro de casa.

Nesta terça-feira (23), na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Paulista, o forró começa após a transmissão da missa no Youtube e tem como atração a banda Forró Baião de 2. Com data certa para reabertura das portas, no próximo dia 27, as igrejas celebrarão a vigília da solenidade de São Pedro e São Paulo com número reduzido de fiéis (30% da capacidade do templo), conforme orientação do arcebispo dom Fernando Saburido, observando os devidos cuidados de higienização e distanciamento.

O forró também vai animar as paróquias São José de Casa Caiada, que tem como atração o Xote Nois 4, e a da Torre, no próximo dia 27. Na Paróquia da Torre, as atrações são Márcia Lima, Dudu do Acordeon e Baião Interativo. Comprando o ingresso solidário pelo site da paróquia, o fiel concorre em sorteio de brindes. A festa irá começar às 20h nas duas paróquias. As transmissões acontecerão no Youtube nos canais ParoquiaSaoJoseCasaCaiada e Ouve-me WEB TV.

Já a Paróquia São João, do Sancho, em Recife, este ano, limitou-se ao novenário (de 15 a 23 de junho) e à missa do padroeiro no dia 24, sempre com transmissão ao vivo no canal da Paróquia no Youtube às 19 horas.

Reabertura de templos

Nesta segunda-feira (22), templos religiosos puderam ser reabertos desde que sigam orientações durante o período de pandemia para respeitar o afastamento físico entre as pessoas. É importante ressaltar que pessoas do grupo de risco (idosos maiores de 60 anos, gestantes e pessoas com comorbidades) e crianças menores de 10 anos devem permanecer em casa e acompanhar as celebrações por meios de comunicação como rádio, televisão, internet.

O uso de máscara continua sendo obrigatório durante todo o período em que as pessoas estejam fora de suas casas. Além disso, o governo orienta que os templos disponibilizem acesso fácil a "pias providas com água corrente, sabonete líquido e toalhas descartáveis, sempre que possível".

Dentre as orientações lançadas pelo governo como medida de proteção, fica proibido o compartilhamento de materiais como bíblia, revista, rosário, jornais, e elementos de consagração consagração de uso coletivo devem ser bloqueados.

Após a celebração, o local deve ser rigorosamente desinfetado, principalmente os mais tocados, como os bancos, maçanetas de portas e microfones. No vídeo de anúncio, o governador destacou que os templos devem funcionar com 30% de sua capacidade com distância mínima de segurança de 1,5 m entre os participantes, com excessão de integrantes da mesma família que residam juntos. Todos os ambientes devem ser mantidos preferencialmente abertos, arejados e ventilados, de forma natural.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias