COVID-19

Procape fecha enfermaria e UTI pediátrica por causa de funcionários com suspeita de coronavírus

A gestão executiva informou que outros funcionários precisaram ser afastados por estarem no grupo de risco

JC
JC
Publicado em 01/08/2020 às 18:08
Notícia

FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Segundo informou a gestão executiva da unidade de saúde, foi necessário o remanejamento de pessoal para atendimento de pacientes com a covid-19 - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

O Pronto-Socorro Cadiológico de Pernambuco Prof. Luiz Tavares da Universidade de Pernambuco (Procape/UPE) anunciou, neste sábado (1º), o fechamento temporário da enfermaria e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica. A decisão foi tomada após cerca de 30% do corpo de enfermagem (enfermeiros e técnicos) precisar se afastar das atividades, alguns por suspeita do novo coronavírus e outros por fazerem parte do grupo de risco.

Segundo informou a gestão executiva da unidade de saúde, foi necessário o remanejamento de pessoal para atendimento de pacientes com a covid-19. Com o afastamento e remanejamento dos funcionários, a capacidade de atendimento da enfermaria e UTI pediátrica foi reduzida. A gestão informou que "todos os cuidados de prevenção de infecção foram mantidos de acordo com os protocolos de saúde".

A enfermaria pediátrica, de acordo com a gestão, deve reabrir quando o quantitativo de pessoal for normalizado.

Leia a íntegra da nota

"A gestão executiva do Pronto-Socorro Cardiológico de Pernambuco Prof. Luiz Tavares da Universidade de Pernambuco (Procape/UPE) esclarece que a enfermaria pediátrica e os leitos da UTI pediátrica foram fechados por falta de pessoal. Muitos funcionários do hospital, cerca de 30% do corpo de enfermagem (enfermeiros e técnicos), foram afastados por suspeita da Covid-19 e outros por fazer parte do grupo de risco. Sendo assim, foi necessário o remanejamento de pessoal dentro do hospital e seu direcionamento para atender os pacientes com o novo coronavírus..

A gestão ainda explica que a capacidade de atendimento dos dois setores foi reduzida. No entanto, durante a pandemia a taxa de ocupação do hospital caiu para menos de 50%. Além disso, todos os cuidados de prevenção de infecção foram mantidos de acordo com os protocolos de saúde.

Com relação à marcação de consultas, desde o dia 01 de julho de 2020, a unidade retomou os atendimentos ambulatoriais gradativamente, segundo as normas da vigilância sanitária.

A enfermaria pediátrica deve reabrir quando o quantitativo de pessoal for normalizado". 

Profissionais de saúde infectados

No boletim epidemiológico divulgado nessa sexta-feira (31), a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) informou que 18.994 profissionais de saúde em Pernambuco já foram infectados pelo novo coronavírus. Além disso, outros 25.919 que apresentaram sintomas de gripe tiveram o resultado negativo. 

As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual ou municipal) ou privada.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias