MÃO DE OBRA

Obras de revitalização do Moinho Recife vão contar com mão de obra contratada na comunidade do Pilar

Empresa responsável pela obra prevê que sejam gerados de 800 a mil empregos diretos e indiretos durante a construção

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 27/08/2020 às 19:39
Notícia
Guga Matos/JC Imagem
O imóvel começou a funcionar há 100 anos e, depois de processar toneladas de trigo, agora vai abrigar espaços corporativos. - FOTO: Guga Matos/JC Imagem
Leitura:

Passando por reformas de recuperação, o antigo Moinho Recife, desativado desde 2009, vai contar com mão de obra local. A expectativa da Revitalis, empresa responsável pela requalificação, é de que sejam gerados de 800 a mil empregos diretos e indiretos durante a construção e 2,4 mil empregos quando o complexo estiver construído. E para ocupar essas vagas, a empresa quer contar com moradores da comunidade do Pilar, localizada no entorno do Moinho. 

O imóvel começou a funcionar há 100 anos e, depois de processar toneladas de trigo, agora vai abrigar espaços corporativos, além de 112 apartamentos residenciais de 43, 61 e 89 metros quadrados e um hotel com 84 apartamentos. 

A revitalização e reocupação do conjunto de prédios foi apresentado em julho de 2018. Em entrevista ao Blog de Jamildo, do portal NE10, o gerente de operações a Revitalis, Fabian Bezerra, contou que o empreendimento deve contratar mão de obra local. 

"Como em toda obra, a construtora já dispunha de uma equipe própria, habituada com seus modelos de execução, que foi remanejada para cá. Ao longo da evolução da obra, as frentes de serviço vão sendo abertas e eles irão preencher as funções tanto com profissionais próprios, quanto fazendo seleções externas", disse. 

Bezerra destacou ainda que a Revitalis tem cobrado, e até intermediado na apresentação de currículos, que a Vertical (empresa responsável por contratar a mão de obra) contrate moradores da Comunidade do Pilar, durante a obra do Moinho, sempre que for possível e adequado. "O primeiro deles (morador do Pilar), inclusive, iniciará as atividades na próxima semana", garantiu. 

 

 

 

Comentários

Últimas notícias