polícia civil

Polícia faz operação em Dois Unidos e nos Coelhos, no Recife, para desarticular tráfico de drogas

As duas regiões foram escolhidas por apresentarem um índice alto de homicídios em 2020

JC
JC
Publicado em 14/09/2020 às 13:56
Notícia

DIVULGAÇÃO/PCPE
Delegado Roberto Lobo, titular da 5° DPH, e o delegado Bruno Magalhães, gestor do DHPP, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (14) - FOTO: DIVULGAÇÃO/PCPE
Leitura:

A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) cumpriu mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão nos bairros dos Coelhos, na área central do Recife, e em Dois Unidos, na Zona Norte, na quinta (10) e sexta-feira (11). O objetivo foi coibir o tráfico de drogas nas duas áreas que apresentaram um índice alto de homicídios em 2020, e apurar a autoria desses assassinatos. Dois suspeitos foram presos e um deles foi autuado por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. Mais um terceiro suspeito foi detido por posse e uso de entorpecente. Os policiais ainda apreenderam armas de fogo, munições, maconha, crack, R$ 1756 em espécie e uma balança de precisão.

A ação fez parte da Operação de Intervenção Tática (OIT) Impulso, supervisionada pela Chefia de Polícia Civil e coordenada pela Diretoria Integrada de Polícia Especializada (DIRESP) e Gerência de Controle Operacional das Especializadas (GCOI-E) da Polícia Civil. Participaram 30 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães, com o apoio do canil do CORE.

De acordo com o delegado Bruno Magalhães, do DHPP, um dos presos foi o chefe de uma boca de fumo em Dois Unidos, conhecido como "Gagá". "Além de fazer a gestão da boca de fumo, ele também participava da execução das vitimas. Ele teve um homicídio (consumado) em 2018 e duas tentativas agora em 2020. Tínhamos que tirar esse alvo de circulação para evitar que ele cometesse outros homicídios naquela região", afirmou.

Com o suspeito, foram encontradas drogas e armas de fogo. "Havia não só maconha, mas também crack. As armas de fogo muitas vezes eram usadas para defender a boca de fumo e para cometer homicídios", detalhou.

Bruno Magalhães falou que a expectativa da é elucidar outros crimes a partir das detenções efetuadas nesta operação. "Vamos remeter esses inquéritos para a Justiça, pedindo também os mandados de prisão de todos envolvidos", disse.

Veja lista de apreensões 

  • 02 (dois) presos por cumprimento de mandado de prisão preventiva, sendo um deles autuado por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo;
  • 13 mandados de busca e apreensão domiciliar
  • 01 (um) detido por Posse Uso de Entorpecentes (TCO).;
  • 02 revólveres calibre .38;
  • 11 munições.38;
  • 01 munição.380;
  • 01 quilos de maconha prensada aproximadamente
  • 20 bigs de maconha
  • 160 gramas de crack
  • R$ 1.756,00
  • 01 Balança de Precisão

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias