vacinação

Recife dá início às campanhas de vacinação contra poliomielite e de multivacinação nesta segunda-feira (5)

As doses serão disponibilizadas em mais de 140 unidades de saúde do Recife, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

Bruna Oliveira
Bruna Oliveira
Publicado em 02/10/2020 às 14:14
Notícia

ANDRÉA RÊGO BARROS/PCR
A meta é imunizar pelo menos 95% das mais de 80 mil crianças que tem de 1 ano a 5 anos - FOTO: ANDRÉA RÊGO BARROS/PCR
Leitura:

O município do Recife adere, nesta segunda-feira (5), à Campanha Nacional de Vacinação Contra Poliomielite. Por meio dela, crianças de 1 ano e menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias) devem ser vacinadas pela Prefeitura da cidade. Além disso, na mesma data terá início a Campanha Nacional de Multivacinação para Atualização da Caderneta de Vacina, em que a Secretaria de Saúde (Sesau) irá atualizar a caderneta de vacinação de crianças e adolescentes menores de 15 anos (14 anos, 11 meses e 29 dias). As doses serão disponibilizadas em mais de 140 unidades de saúde do Recife, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Durante o período da campanha de multivacinação, serão oferecidas 17 vacinas do calendário vacinal. Para as crianças com menos de 7 anos, serão disponibilizadas vacinas de BCG, hepatite B, pentavalente, poliomielite, rotavírus, pneumocócica 10, meningocócica C, febre amarela, tríplice viral, varicela, hepatite A e DTP. Já quem tem entre 7 e 15 anos pode tomar vacina de hepatite B, febre amarela, meningocócica ACWY, HPV e varicela. Os locais de vacinação podem ser conferidos no fim da matéria.

A orientação da Sesau é que os pais ou responsáveis levem o cartão de vacina da criança ou adolescente no momento da vacinação, para que o profissional de saúde possa avaliar se há alguma vacina que ainda não foi administrada ou se há doses que necessitam ser aplicadas. A avaliação é feita de acordo com a idade e doses já tomadas.

Poliomielite

Com o objetivo de imunizar pelo menos 95% das crianças de 1 ano e menores de 5 anos, mais de 80 mil doses de vacina contra poliomielite serão disponibilizadas até o dia 31 de outubro. O esquema de vacinação da pólio é composto por três doses da vacina inativada poliomielite (VIP), administradas aos 2, 4 e 6 meses; e reforço com a vacina oral poliomielite (VOP) aos 15 meses e aos 4 anos de idade.

Doença infectocontagiosa viral aguda, a poliomielite é caracterizada por um quadro de paralisia de início súbito. Sua transmissão mais frequente ocorre pela via fecal-oral, em que a criança entra em contato com objetos, alimentos e água contaminados com fezes de pessoas infectadas. No entanto, a doença também pode ser transmitida por contato direto pessoa a pessoa, ou pela via oral-oral, através de gotículas de secreções expelidas ao falar, tossir ou espirrar. O último caso de poliomielite no Brasil ocorreu em 1989 e desde 1990 não são registrados casos da doença.

Sarampo

Uma outra vacina que pode ser tomada até o dia 31 de outubro na cidade é a a tríplice viral. Todas as pessoas de 20 a 49 anos, mesmo já tendo tomado vacina contra o sarampo anteriormente, devem receber a a dose. No Recife, a procura pela imunização está baixa, e o Programa de Imunização (PNI) da cidade aplicou apenas 20 mil doses em adultos nessa faixa etária. Além do sarampo, a vacina tríplice viral também protege contra caxumba e rubéola.

Quem também pode se vacinar contra o sarampo são crianças e jovens de 5 a 19 anos, que nunca tomaram a tríplice viral ou não tenham comprovação de ter completado o esquema vacinal recomendado, seja na infância ou em outro momento. Quem está com as doses em dia, já teve sarampo ou tem mais de 50 anos não precisa tomar. A vacinação contra o sarampo não precisa de reforço anual.

O sarampo, que é uma doença infectocontagiosa, é transmitida por meio de secreções das vias respiratórias, como gotículas eliminadas pelo espirro ou pela tosse. Os sintomas começam a se manifestar entre dez e 12 dias depois do contágio e duram entre sete a dez dias, podendo levar à morte.

Veja os locais de vacinação

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias