FUNASE

Instrutor de automação eletroeletrônica, socioeducando forma segunda turma da Funase em Garanhuns

Nesta semana, a segunda turma conduzida por ele obteve seus certificados

JC
JC
Publicado em 02/10/2020 às 18:47
Notícia

Divulgação/Funase
Após aula com agente socioeducativo, jovem de 18 anos virou multiplicador do conteúdo de Introdução à Automação Eletroeletrônica - FOTO: Divulgação/Funase
Leitura:

Com apenas 18 anos, um socioeducando foi o responsável por multiplicar conhecimento profissional para outros adolescentes em regime de internação em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. O jovem atua como instrutor do curso de Introdução à Automação Eletroeletrônica. O curso é ofertado dentro da unidade da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) desde junho deste ano. Nesta semana, a segunda turma conduzida por ele obteve seus certificados após alcançar bom aproveitamento nas aulas.

No curso, os alunos podem aprender a montar circuitos eletrônicos, se tornando aptos a oferecer sua mão de obra nesse mercado. Durante o mês de junho, as aulas foram ministradas durante a Caravana Juventude em Movimento, uma iniciativa do Eixo Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da Funase ofertando atividades de forma simultânea dentro de unidades socioeducativas. 

“Está sendo uma experiência ótima ensinar o que eu aprendi para os outros meninos. Mas não quero deixar de continuar aprendendo mais e mais”, afirmou o socioeducando, que teve o acompanhamento do agente socioeducativo Jailson Simplício, também instrutor desse mesmo conteúdo.

A certificação desta semana atendeu 15 adolescentes. Alguns receberam liberação judicial para deixar a Funase após o término do curso e receberão seus certificados em casa. Além dos concluintes de Introdução à Automação Eletroeletrônica, receberam certificados dois participantes do curso de Informática Básica, ministrado pela agente socioeducativa Alessandra Lima.

“A realização desses cursos em plena pandemia é a demonstração da capacidade da Funase de se reinventar, mesmo em tempos de adversidades. Adotamos turmas menores, com todos os cuidados necessários, para seguir trabalhando a todo vapor durante esse período”, avalia Joaci Laurindo, coordenador geral do Case/Cenip Garanhuns, unidade de internação da Funase no município.


Outras unidades da Funase concluíram cursos profissionalizantes nos últimos dias. No Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Cabo de Santo Agostinho, 82 certificados foram entregues. Na quarta-feira (30), sete adolescentes do Case Caruaru participaram de um ato de encerramento do curso de Introdução ao Reparo de Computadores. Na quinta (1º), foi a vez de socioeducandos do Case Timbaúba receberem certificados por participação nos cursos de Informática Básica, Intermediária e Avançada e de Operador Logístico.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias