Segurança

Dono de quiosque na orla de Boa Viagem dorme em cima de freezer para evitar roubos

Um dos donos de quiosques da orla relatou que mesmo dormindo no local passou por alguns sustos

Douglas Hacknen
Douglas Hacknen
Publicado em 27/01/2021 às 22:09
Notícia

BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Quiosques na Orla de Boa Viagem, Zona Sul do Recife - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

Os constantes relatos de roubos na orla de Boa Viagem, Zona Sul do Recife, tem preocupado comerciantes e moradores da região. Seu Eriberto Pereira, de 71 anos, por exemplo, tem dormido dentro do seu quiosque para tentar evitar as investidas de criminosos. O idoso passa a noite deitado em cima de um freezer. Com mais de 30 arrombamentos e vários objetos furtados, esta foi a forma que o empresário encontrou para proteger seu local de trabalho.

Mesmo estando no local, Eriberto já passou por muitos sustos. "Deram uma 'pesada' na porta, quase que quebravam. Eu acordei de repente e mandei eles sumirem da minha frente. Eu durmo aqui porque eu gosto e preciso, para ninguém me roubar", relatou à TV Jornal.

A criminalidade tem tirando o sossego, também, dos moradores do bairro. O supervisor de vendas, Roberto Bezerra, relatou que os assaltos acontecem em qualquer horário. "Estou aqui de domingo a domingo e não vejo um policiamento na área. Sábado (23) estávamos jogando vólei aqui (na praia) quando parou dois 'caras' em um carro, arrancou o trancelim do visitante que estava assistindo à partida e foram embora. Fica por isso mesmo", concluiu.

Trabalhadores da área pedem mais policiamento. Arthur Guimarães é barraqueiro e relatou que roubos de bicicletas, celulares e relógios são os constantes. "Teve até troca de bala aqui. O assaltante estava armado, roubou o trancelim do rapaz, mandou de sentar para tirar o relógio, deu um descuido na arma e um policial que estava passando tomou a arma e atirou", disse.

"A gente está um pouco esquecido. Chegou a ter policiamento na época da eleição, mas depois que passou ficamos esquecidos. Estamos usando álcool em gel, máscara, cumprindo o distanciamento, por causa da pandemia, mas segurança não tem", critica Arthur.

 

A Polícia Militar (PMPE) informou que este ano ainda não recebeu registro de arrombamentos a quiosques na orla de Boa Viagem. O último caso registrado foi no dia 11 de novembro de 2020, com a prisão do suspeito, comunicou.

Nota da PMPE

A Polícia Militar informa que este ano ainda não recebeu nenhum registro de arrombamentos a quiosques na orla de Boa Viagem, visto que o último caso a ser registrado foi no dia 11 de novembro de 2020, com a autuação do suspeito. O policiamento ostensivo no local é realizado pelo 19° BPM. A unidade lança diariamente Guarnições Táticas e equipes em motocicletas, efetivos a pé da Operação Verão, além de contar com o Grupo de Apoio Tático Itinerante (GATI) e apoio das unidades especializadas como os Batalhões de Choque e de Trânsito, a Companhia Independente de Policiamento com Motocicleta e o Regimento de Polícia Montada. Neste mês de Janeiro, a área teve uma redução de 16% no número de Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP), se comparado ao mesmo período de 2020.


Comentários

Últimas notícias