CHUVA NA RMR

Mesmo sem chuva, alagamentos castigam população em Camaragibe; veja as imagens

Muitos moradores perderam tudo o que tinham após a chuva da madrugada desta segunda-feira (15)

Amanda Rainheri
Amanda Rainheri
Publicado em 15/02/2021 às 19:37
Notícia

Day Santos/ JC Imagem
À tarde, mesmo sem chuva, muita água ainda estava acumulada em Camaragibe - FOTO: Day Santos/ JC Imagem
Leitura:

Horas após as chuvas castigarem o Grande Recife, o cenário ainda era de desolação em Camaragibe, na Região Metropolitana da capital. A reportagem da TV Jornal esteve no local na tarde desta segunda-feira (15) e conversou com moradores que perderam pertences por conta da água. O poder público promete ajuda aos moradores. 

>> Após madrugada de chuvas, água invade casas e população sofre com alagamentos no Grande Recife

>> Vazamento de esgoto afasta turistas da praia de Porto de Galinhas, em Ipojuca, no Grande Recife

A comerciante Maria Cardoso abriu um self service há apenas duas semanas e perdeu tudo o que tinha. "Tudo novo, estragou tudo. Estou aqui com a mão na cabeça para não perder o juízo. Perdi dois freezers, fogão... e não foi só no restaurante. Perdi em casa também", lamentou. 

Morador da Rua Elis Regina, no bairro de Alberto Maia, há mais de 40 anos, Manoel Farias já perdeu as contas de quantas vezes já protocolou pedidos de limpeza da bueira que entupiu causando o alagamento. "Infelizmente o poder público só age quando a imprensa chega em cima. Eu coloquei esse ofício desde o ano passado para que se desobstruísse a bueira. Moro aqui há 44 anos e já vi várias situações como esta, mas nenhuma tão complicada. Venho lutando, mas infelizmente não tenho resposta adequada do poder público", apontou.

Manoel lamentou as perdas. "A gente fica muito triste. É um pessoal muito lutador, muito sofredor, que batalha para ganhar o pão de cada dia e infelizmente acontece isso, que poderia ser evitado se ocorresse a desobstrução da bueira. É um descaso", criticou. 

Day Santos/ JC Imagem
Volume de chuvas causou prejuízo aos moradores - Day Santos/ JC Imagem
Day Santos/ JC Imagem
Volume de chuvas causou prejuízo aos moradores - Day Santos/ JC Imagem
Day Santos/ JC Imagem
Volume de chuvas causou prejuízo aos moradores - Day Santos/ JC Imagem
Day Santos/ JC Imagem
Volume de chuvas causou prejuízo aos moradores - Day Santos/ JC Imagem

De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), na madrugada desta segunda-feira foram registrados 89 milímetros de chuva em Camaragibe. O esperado para fevereiro inteiro era 122 milímetros, ou seja, choveu cerca de 70% do previsto para 18 dias em apenas 12 horas. 

A reportagem da TV Jornal encontrou a prefeitura trabalhando no local. Segundo a secretária de Serviços Públicos e Infraestrutura de Camaragibe, Eryka Luna, a gestão já detectou a causa dos problemas e irá tomar as medidas cabíveis para evitar novos alagamentos já a partir desta terça-feira (16). "Teremos uma máquina amanhã para tentar tirar o material e ver se a água desce. Esse é um procedimento emergencial, o que precisa é estudar uma maneira de fazer com que isso não aconteça mais." Segundo ela, o problema crônico já é de conhecimento do poder público. "Ele se baseia em dois pilares: o primeiro são as edificações sobre o canal. Ele tinha um percurso e deixa de ter porque a água não passa; segundo é que existe muito lixo impedindo a passagem de água."

Segundo os moradores, quando a limpeza do canal foi feita, o lixo foi deixado às margens e, com a chuva, os resíduos voltaram a entrar no canal. "Essa não é nossa ação de praxe. Fizemos a limpeza, temos mais de 16 quilômetros de limpeza de canais em Camaragibe, que é uma cidade cercada por canais. Vamos corrigir esse erro, porque se é limpo, a ideia é tirar o lixo de lá", garantiu. 

Auxílio

A Prefeitura de Camaragibe prometeu auxílio aos moradores afetados pelas chuvas. Por meio da Secretaria de Assistência Social, a prefeitura está acolhendo os moradores do bairro de Alberto Maia, que foram prejudicados com os alagamentos. Ao todo, estão sendo atendidas 25 famílias.

Dentre as ações, foram realizados cadastros sociais de todos os afetados; além de cadastro material com os utensílios que os moradores do entorno do condomínio em obra perderam por conta do deslizamento da lama da barreira próxima da construção, para que a empresa responsável possa ressarcir os cidadãos. Para isso, a prefeitura também está prestando orientação jurídica.

Além do cadastramento para inserção desses moradores em programas sociais, a equipe do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) serviu refeição pronta no almoço e no jantar desta segunda-feira (15), além de realizar entrega de colchão e lençol. Nesta terça (16), a população do local receberá cestas básicas e ficarão sendo acompanhadas pelo CRAS.

Durante todo o dia, a Secretaria de Infraestrutura intensificou a limpeza dos canais, galerias e caixas coletoras; ação que já vinha acontecendo de forma contínua antes das precipitações. Já foram limpos 16 quilômetros de canais em uma ação de macro e micro drenagem. As barreiras estão secas e as equipes da Defesa Civil não observaram grande perigo de deslizamentos até o momento. Apesar disso, as equipes técnicas já estão espalhadas pela cidade realizando o serviço de colocação de lona nos principais pontos de alto risco.

De ocorrência, houve um desabamento de casa, localizada no antigo aterro do lixão, no bairro de Céu Azul, sem vítimas. A moradora da casa foi acolhida e abrigada na casa da vizinha. A Defesa Civil foi ao local e deu todo suporte, realizando a retirada dos móveis da casa. Não há famílias desabrigadas e nenhuma outra ocorrência no município. As equipes de corte e poda de árvores da Defesa Civil também seguem realizando a erradicação de árvores em risco pela cidade. As duas que caíram por conta das chuvas desta segunda-feira (15) já foram retiradas do local.

Em caso de emergência, a prefeitura pede que os munícipes acionem a Defesa Civil no telefone 2129-9564. O número também funciona como WhatsApp e esta disponível das 7h as 19h. Caso seja necessário atendimento após esse horário, está disponível o canal *199.

Comentários

Últimas notícias