saúde

Taxa de ocupação dos leitos públicos de UTI em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, atinge 95%

O dado indica que dos 44 leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) destinados aos pacientes adultos com covid-19, 42 estão ocupados

JC
JC
Publicado em 04/03/2021 às 11:34
Notícia

JONAS SANTOS/PREFEITURA DE PETROLINA
Restam apenas duas vagas disponíveis na UTI dos hospitais da rede pública de Petrolina - FOTO: JONAS SANTOS/PREFEITURA DE PETROLINA
Leitura:

A alta da covid-19 fez com que, pela primeira vez desde o início da pandemia, a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) dos hospitais da rede pública de saúde de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, atingisse a marca de 95,45%. O dado indica que dos 44 leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) destinados aos pacientes adultos com covid-19, 42 estão ocupados.

>> Covid-19: sobe para 93% a taxa de ocupação de leitos de UTI da rede pública em Pernambuco

>> Covid-19: dezoito estados e DF têm ocupação de leitos de UTI acima de 80%, diz Fiocruz

>> Rio Grande do Sul ultrapassa 100% de ocupação dos leitos de UTI adulto; hospital aluga contêiner para guardar corpos 

Dessa forma, restam apenas duas vagas disponíveis para os pacientes, uma no hospital Memorial, contratado pela prefeitura, e outra na policlínica do Hospital Universitário. Do número total de ocupação, 26 são pacientes de Petrolina e 16 pacientes são de outras cidades da região.

“É um dado muito preocupante. Neste momento acende o sinal vermelho em nosso município e reforça ainda mais que os cuidados precisam ser redobrados. A gestão municipal vem trabalhando incansavelmente para combater esse vírus, mas é preciso que todos tenham consciência de que o vírus não acabou”, destacou a secretária executiva de Vigilância em Saúde em Petrolina, Marlene Leandro.

Pernambuco

Em Pernambuco, a taxa de ocupação de leitos de UTI da rede pública do Estado por pacientes com Síndrome respiratória aguda grave (Srag) chegou ao patamar de 92% nessa quarta-feira (3). Além disso, 79% das vagas em enfermaria também estão com pacientes que apresentam quadro respiratório grave com sintoma sugestivo de coronavírus. No total, o Estado tem 1.996 leitos voltados para atender pessoas com essa condição: 1.046 são UTI e 950 enfermaria.

Na rede privada, a taxa de ocupação dos 296 leitos de UTI chegou a 87% nessa quarta. Na enfermaria, que soma 185 leitos, a ocupação é de 47%.

 

Comentários

Últimas notícias