SAÚDE

Cabo começa a vacinar idosos com mais de 60 anos e realiza aplicação de segunda dose da Coronavac

O município também se prepara para iniciar a imunização de grupos com comorbidades

Julianna Valença
Julianna Valença
Publicado em 03/05/2021 às 12:51
Notícia
Sillas Gabriel / PMCSA
o município do Cabo de Santo Agostinho recebeu 715 novas doses (D1) de AstraZeneca e 220 da Coronavac (D2). - FOTO: Sillas Gabriel / PMCSA
Leitura:

Nesta segunda-feira (3), o município do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, iniciou a aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19 no grupo da faixa etária de 60 anos. A prefeitura espera também começar a imunizar o grupo de comorbidades ainda nesta semana. Segundo a gestão, a continuação da aplicação da segunda dose da vacina Coronavac - após a chegada de doses ao Estado - está garantida.

A secretária de Saúde do Cabo de Santo Agostinho, Ana Maria Albuquerque, afirma que a manutenção do plano de vacinação da cidade ocorre sem alterações pelo município adotar “um controle austero na distribuição das doses, com planejamento e seguindo rigorosamente o que é pactuado na Comissão Intergestores Bipartite (CIB) da Secretaria de Saúde do Estado”.

A Comissão Intergestores Bipartite (CIB) é uma instância colegiada de articulação, negociação, pactuação consensual entre o gestor estadual e os gestores municipais. A comissão possui caráter deliberativo para definição dos aspectos operacionais e de regulamentação das políticas públicas de saúde.

De acordo com dados do município, nesse final de semana, o Cabo de Santo Agostinho recebeu 715 novas doses de AstraZeneca e 220 da Coronavac. Somou-se a isso um carregamento de 4.730 doses novas da Astrazeneca, indicadas para o grupo de comorbidades. Em nota, o Cabo informou que reservou todas as doses disponíveis da Coronavac para aplicação da segunda dose, seguindo orientação do Ministério da Saúde.

Ao terminar o ciclo de idosos, com a faixa dos 60 anos, o Cabo se prepara para atender as pessoas que têm comorbidades.

Novo ciclo de vacinação

Ao fim do ciclo de idosos com mais de 60 anos, o Cabo de Santo Agostinho se prepara para ampliar a imunização das pessoas com comorbidades, parte do grupo de risco da covid-19. Caso sejam infectadas pelo novo coronavírus, estas pessoas podem ter o caso agravado e evoluir para o óbito. Com a vacinação, portanto, é esperado que haja redução de agravamento e mortalidade do grupo.

Comorbidades: veja os dois grupos inicialmente priorizados para vacina contra covid-19 em Pernambuco

Para ter acesso à vacina o cidadão deverá comprovar a sua condição de saúde através de um atestado, validado por um médico, cujo modelo será disponibilizado pela Prefeitura do Cabo.

Profissionais de Saúde

O município continua a atender os trabalhadores da saúde, sejam eles da rede privada, clínicas, farmácias e consultórios cadastrados. Os agendamentos são feitos pelo email do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Cabo (pnicabo@gmail.com), após o cadastro, basta aguardar o contato dos agentes de saúde.

Centros de Vacinação

No Cabo de Santo Agostinho, a população pode ser imunizada contra a covid-19 no Centro de Vacinação Covid-19, localizado na Praça Nove de Julho, às margens da PE-60; e em quatro escolas do município, que são abertas quando abrem novos grupos de vacinação. As escolas estão localizadas nos bairros de Ponte dos Carvalhos (Manoel Davi Pereira da Costa), Pontezinha (Eronides Soares), Charneca (Padre Antônio Melo Costa) e Gaibu (Professora Maria Thamar Leite da Fonseca). Todos os pontos funcionam das 8h às 13h.

Comentários

Últimas notícias